Você está aqui
Início > Cidade > SAIBA OS PRINCIPAIS PROBLEMAS DE VIÇOSA SOB A PERSPECTIVA DA POPULAÇÃO

SAIBA OS PRINCIPAIS PROBLEMAS DE VIÇOSA SOB A PERSPECTIVA DA POPULAÇÃO

Estudantes da UFV realizam pesquisa para saber quais são os principais problemas da cidade na perspectiva da sociedade. Resultado foi apresentado na Câmara.

Com o intuito de identificar a percepção da população sobre os problemas de Viçosa, os alunos do Mestrado em Administração Pública da UFV foram para a rua e entrevistaram 100 pessoas de 26 bairros, em diferentes pontos da cidade, entre os dias 13 e 18 de junho. O questionário era composto por três perguntas abertas, de modo que o entrevistado pudesse ficar a vontade para responder. De acordo com a representante do projeto, Juliana Fialho, a área apontada pelos moradores como a mais problemática foi a saúde, seguida da segurança pública e da infraestrutura.

– Em primeiro lugar, 30% dos entrevistados apontaram a saúde como o maior problema da cidade atualmente, focando a ausência de profissionais, estrutura dos postos de atendimento e a falta de medicamento. Em segundo lugar, 23,8% assinalaram a segurança como outro ponto problemático da cidade, abarcando violência e criminalidade. Outros 20% mencionaram a infraestrutura urbana, que diz respeito à limpeza, ao asfaltamento, ao saneamento e ao calçamento, e 13,9% estavam insatisfeitos com a mobilidade urbana. Os demais problemas apontados foram educação, desemprego e ineficiência da administração municipal, que somaram 12,3% – conclui.

A segunda pergunta do questionário indagou a população sobre o que o prefeito e os vereadores poderiam fazer para solucionar os problemas. Segundo Juliana, os mestrandos da UFV perceberam que a população não tem muita clareza sobre as funções dos representantes do executivo e do legislativo.

– Os entrevistados recomendaram ao prefeito maior investimento na resolução dos problemas citados, bem como a contratação de mais profissionais e a promoção da abertura e diálogo entre a sociedade civil e o poder público. Aos vereadores, os entrevistados recomendaram: apoiar e fiscalizar o executivo local, além da elaboração de projetos nas áreas criticadas – pontua.

De acordo com Juliana Fialho, a ideia surgiu de debates provocados em sala de aula e da vontade dos pós-graduandos em ajudar a cidade. A estudante ressalta que a pesquisa não buscou um rigor científico, porém os objetivos eram mostrar algumas das percepções da população viçosense sobre os problemas da cidade, apresentar sugestões aos gestores públicos e provocar o cidadão a refletir.

– Em debates dentro da sala, surgiu a vontade de ir pra rua e tentar mostrar de que forma que o estudante da UFV pode beneficiar a população. É importante deixar claro, porque algumas pessoas criticaram o resultado da pesquisa, que a nossa intenção não era buscar um rigor científico, mas de fomentar um debate – explica.

A pesquisa, que foi orientada pelo professor da UFV Edson Arlindo Silva, ainda apontou que o cidadão não se vê como protagonista na resolução dos problemas da cidade. Juliana Fialho apresentou os resultados da pesquisa na sessão ordinária na Câmara Municipal do dia 24 de junho e, de acordo com a estudante, os vereadores deram atenção e enfatizaram a importância de pesquisas nessa área.

 

Pedro Vital

Deixe uma resposta

Top