Você está aqui
Início > Meio Ambiente > PAULA CÂNDIDO SE JUNTA À LUTA CONTRA O MINERODUTO

PAULA CÂNDIDO SE JUNTA À LUTA CONTRA O MINERODUTO

O presidente da Comissão Parlamentar de Enfrentamento ao Mineroduto, Idelmino Ronivon participou de um ato público na Câmara Municipal de Paula Cândido para a oficialização da revogação dos atos administrativos concedidos à mineradora Ferrous na última quarta-feira (3).

O ato foi marcado por uma caminhada que se iniciou em frente à Igreja principal em direção à Câmara. Os manifestantes levaram cartazes, ilustrações e fizeram referência à importância da preservação dos recursos naturais e contra a passagem do mineroduto. O marco do momento foi uma “onda azul”, fazendo menção a Campanha pelas Águas. Os Vereadores Marcos Nunes e Paulo Roberto Cabral participaram da caminhada.

Durante o seu pronunciamento na tribuna do Legislativo de Paula Cândido, Idelmino reforçou a relevância de o prefeito assinar o decreto de revogação dos atos administrativos para se unir a Viçosa na luta contra a construção do mineroduto.

– Precisamos unir e somar forças políticas e do apoio da população para o enfrentamento ao mineroduto e a favor da preservação das nossas águas.

A representante do núcleo da Campanha pelas Águas de Paula Cândido, Rosilene Pires, fez um breve histórico da luta contra o mineroduto e salientou a importância do ato público “em defesa da nossa água, nossa terra, nossa gente”.

– Esse mineroduto é uma tragédia anunciada. Basta olharmos a construção desse tipo de empreendimento em outras cidades de Minas Gerais, afetando as nascentes, aterrando córregos, ocasionado inchaço nas cidades, êxodo rural e invasão das áreas boas para o cultivo. Paula Cândido é um município agrícola. As famílias tiram o seu sustento do solo. Não queremos esse empreendimento em nosso município – argumentou Rosilene.

O prefeito Marcelo Rodrigues da Silva manifestou apoio ao movimento das águas e contra a passagem do mineroduto. Ele assinou um decreto revogando todos os atos administrativos concedidos à mineradora Ferrous.

Deixe uma resposta

Top