Você está aqui
Início > Cidade > FORTES CHUVAS CONTINUAM EM VIÇOSA E DEFESA CIVIL SE PREPARA

FORTES CHUVAS CONTINUAM EM VIÇOSA E DEFESA CIVIL SE PREPARA

A defesa civil e órgãos ligados a prefeitura se reuniram na última terça 15, para discutirem planos de contingência em casos de problemas ocasionados pelas chuvas que vem atingindo Viçosa nos últimos dias e a responsabilidade de cada órgão diante das possíveis ocorrências durante o período

Na foto estão reunidos membros da Prefeitura, autoridades do Exército, Corpo de Bombeiros e professores da UFV, que em conjunto trabalharam nos futuras ocorrências ocasionadas pelas chuvas.
Na foto estão reunidos membros da Prefeitura, autoridades do Exército, Corpo de Bombeiros e professores da UFV, que em conjunto trabalharam nos futuras ocorrências ocasionadas pelas chuvas.

chuvoso.

O objetivo principal do encontro foi detalhar o plano de contingência para todos os setores da prefeitura e membros dos cursos de engenharia civil e geografia da UFV, que trabalham junto a prefeitura em casos de emergência como deslizamentos de terra e enchentes.  “O conhecimento do Plano e a razão de sua existência devem estar bem claros a todos os entes, para que possamos dar atendimento imediato às possíveis ocorrências, dando atenção especial àquelas que venham a ocasionar risco de vida”, ressalta Luciano Piovesan secretário de governo de Viçosa.

Durante a reunião ficou decidido que a Defesa Civil e a Secretaria de Educação do município faram ações educativas e de conscientização nas escolas de Viçosa á cerca dos perigos de deslizamentos, enchentes e inundações na cidade.

 Chuva deixa famílias desabrigadas em Viçosa

Nos últimos 15 dias os pluviômetros da defesa Civil espalhados pela cidade registraram 269,2 milímetros de chuva uma marca histórica, já que a maior média registrado para o mês de dezembro é de 250 milímetros de chuva. O Secretário Luciano Piovesan ressaltou que o aumento no número de casos de deslizamento de terras se deve na maioria das vezes na ocupação desordenada das áreas urbanas localizadas nas partes altas da cidade.12309754_942843352452493_78006655428063359_o

Piovesan afirmou que esse fato se deve aos cortes irregulares, que muitas das vezes os moradores fazem para construírem suas residências. Neste início de mês a Defesa Civil recebeu mais de 80 chamados da população que sofreu com enchentes, deslizamentos de barrancos, queda de árvores e inundações de casas e estabelecimentos comerciais em diversas regiões da cidade.

Áreas de risco na cidade

Segundo a Defesa Civil as áreas na cidade com maiores riscos de enchentes, inundações e deslizamentos de terra são:

Os bairros Nova Viçosa, Centro, Vau Açu, Santa Clara, Bom Jesus, Santo Antonio, Estrelas, Fátima, Nova Era, São Sebastião, Barrinha, Cachoeira de Santa Cruz e Vale do Sol.

Em casos de suspeitos de movimentação de terra, rachaduras em sua residência ou de vizinhos entre em contato com a Defesa Civil através do telefone  (31) 99636-9104, que também atende fora do expediente normal da prefeitura.

Deixe uma resposta

Top