Você está aqui
Início > Cidade > Comércio varejista registra maior queda nos últimos 15 anos

Comércio varejista registra maior queda nos últimos 15 anos

A queda de 4,3% no volume de vendas do comércio varejista em 2015 foi a maior desde o início da série histórica, em 2001, da Pesquisa Mensal de Comércio (PMC), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Essa também foi a primeira vez que um ano fechou em queda, desde 2003.

O setor de alimentos sofreu uma grande queda nas vendas.
O setor de alimentos sofreu uma grande queda nas vendas.

Os principais impactos para a queda de 4,3% vieram dos segmentos de móveis e eletrodomésticos (-14%), supermercados, alimentos, bebidas e fumo (-2,5%), tecidos, vestuários e calçados (-8,7%) e combustíveis e lubrificantes (-6,2%).

Entre os oito segmentos pesquisados, apenas um teve crescimento no volume de vendas: artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos e de perfumaria (3%). Considerando-se também os dois segmentos que misturam atacado e varejo (e compõem o chamado varejo ampliado), a maior queda veio dos veículos, motos, partes e peças: 17,8%. Os materiais de construção tiveram recuo de 8,4%.

Viçosa

Segundo o Presidente do Sindcomércios de Viçosa Hélio Santino, o setor de tecidos, roupas e presentes sofreu grande queda nas vendas no ano de 2015 na cidade.

Já o setor de alimentos que compõem os supermercados, restaurantes não tiveram queda nas vendas, o mesmo ocorreu com as oficinas de veículos e auto peças. Para ele esses setores não tiveram queda, por que são essenciais ao dia-a-dia dos moradores da cidade.

Em relação as perspectivas para o ano de 2016 Helio se mostrou esperançoso e aguarda reuniões para discutir as estrategias de cada setor para enfrentar a crise este ano.

Deixe uma resposta

Top