Você está aqui
Início > Cidade > CHUVA ALAGA RODOVIÁRIA E CAUSA DESABAMENTO DE MURO NO CEMITÉRIO COLINA

CHUVA ALAGA RODOVIÁRIA E CAUSA DESABAMENTO DE MURO NO CEMITÉRIO COLINA

As fortes chuvas que atingiram diversas cidades da região na manhã de hoje (11), causou alguns transtornos em Viçosa. O Terminal Rodoviário Joventino Alencar foi invadido pela lama que escoou da obra da Avenida Marechal Castelo Branco, o muro do Cemitério Colina da Saudade acabou desabando durante a chuva e diversas ruas ficaram alagadas. De acordo com a Defesa Civil de Viçosa em apenas seis horas choveu 46,2 milímetros, que é considerado uma grande quantidade de água.

Parte do terminal ficou tomado pela lama que escorreu da Av. Marechal Castelo Branco.

Devido a chuva,  a terra que está acumulada na Avenida Marechal Castelo Branco a poucos metros do terminal rodoviário, acabou sendo arrastada pela força da enxurrada até a área de embarque e desembarque. A administração da rodoviária informou que em nenhum momento os passageiros foram afetados pela enxurrada e quem o terminal operou normalmente. Rodrigo Cardoso, chefe da Defesa Civil informou a nossa reportagem que em nenhum momento houve interdição do terminal devido a lama como foi mencionado nas redes sociais e que a estrutura do prédio não foi afetada. Ainda segundo ele uma equipe da Secretaria de Obras da prefeitura esteve no local e realizou a limpeza do terminal, que já opera normalmente.

Outra ocorrência de destaque devido a chuva foi a queda de parte do muro do Cemitério Colina da saudade no bairro Vale do Sol. Segundo Paulinho Real, chefe do departamento de manutenção dos cemitérios da cidade, o que causou o desabamento do muro foi a grande quantidade de enxurrada que desceu de uma encosta atrás do cemitério. O  sistema de vazão de água não suportou o volume e o muro acabou desabando. A Defesa Civil foi acionada e isolou toda a extensão do muro para evitar novos acidentes. Paulinho Real afirmou, que amanhã (12), equipes da Secretaria de Obras irão refazer todo o muro do cemitério. Não existe um prazo previsto para que obra termine.

Parte do muro veio ao chão devido o grande volume de chuvas. Imagem: Reprodução/internet.

Algumas ruas nos bairros Laranjal e Santo Antônio também foram atingidas por enxurradas durante o temporal. De acordo com a Defesa Civil não houve nenhum registro de ocorrências com vítimas na cidade.

 

 

Deixe uma resposta

Top