Você está aqui
Início > Estradas > FORTES CHUVAS DESTROEM E INTERDITAM RODOVIAS NA REGIÃO

FORTES CHUVAS DESTROEM E INTERDITAM RODOVIAS NA REGIÃO

As fortes chuvas que atingem o estado de Minas Gerais têm causado diversos estragos na região da Zona da Mata. Cidades foram invadidas pelas águas dos rios destruindo casas, e rodovias que cortam a região estão interditadas devido à queda de barreiras, destruição de pontes e alagamentos.

O casal foi socorrido e passa bem. Mas, a rodovia continua interditada. Foto: Rádio Muriaé

O primeiro registro ocorreu no sábado(02), quando uma encosta desabou no KM 714 da BR 116 na Serra de Muriaé. Desde então, o trânsito no local está interditado. A rodovia liga o Rio de Janeiro à região nordeste do país, passando pela Zona da Mata de Minas Gerais.

A interdição da rodovia tem causado diversos transtornos aos motoristas que utilizam a BR 116 e na manhã desta segunda-feira(04), um casal que seguia de carro para Muriaé não percebeu a interdição da via e acabaram colidindo em uma pedra que estava no meio da rodovia. O casal foi socorrido pelo SAMU e encaminhado com ferimentos leves para um hospital da região. A rodovia continua interditada e sem previsão de reabertura.

Rotas alternativas

Para veículos leves seguindo por Muriaé em direção a Leopoldina a melhor opção é fazer desvio utilizando a rodovia MGC-265, passando por Miraí e Cataguases. Já os veículos com destino a Muriaé devem fazer o caminho inverso.

A Polícia Rodoviária Federal orienta que no caso de veículos pesados, as rotas devem ser replanejadas pela BR-101. A corporação destaca que veículos articulados não conseguem passar por Cataguases.

Condutores que precisarem passar por Muriaé vindos do noroeste fluminense, como da cidade de Itaperuna, por exemplo, tem opção de passar por Laje do Muriaé (entrando pela BR-356), seguindo na sequência, por Miracema, Palma e Laranjal, acessando então a BR-116, sentido Leopoldina.
O percurso inverso pode ser utilizado para quem estiver viajando no trajeto oposto.

A cidade de Rio Casca no Vale do Piranga foi uma das mais afetadas pelas chuvas dos últimos dias. Diversas ruas foram tomadas pela água e famílias perderam suas casas. As cidades vizinhas de Santa Cruz do Escalvado, Urucânia e Santo Antônio do Grama também estão sofrendo com as inundações.

Na manhã de hoje (04), uma ponte no KM 114 da rodovia MG-329, entre as cidades de Rio Casca e Piedade de Ponte Nova, que estava tomada pela água desabou e uma cratera de aproximadamente 30 metros se abriu deixando a cidade ilhada. O local foi isolado e a Polícia Rodoviária Federal de Ponte Nova (PRF) busca rotas alternativas de acesso ao município de Rio Casca.

Ainda segundo a PRF o trecho do km 120 da BR-262 entre Ponte Nova e Urucânia ficou inundado e o trânsito no local ficou completamente interditado, sem previsão de liberação.

Motoristas que passavam pela MG-329 registraram o momento exato em que a ponte foi arrancada pela água.

Deixe uma resposta

Top