Policia

IDOSA DE 91 ANOS É MORTA A MACHADADAS EM GUARACIABA

Ontem, dia 21/02, às 04h00, um idosa de 91 anos foi morta à golpes de machado na Zona Rural de Guaraciaba.

A PM foi acionada por um denunciante que informou que ele havia sido chamado para comparecer na comunidade de São Mateus para buscar um paciente para a fisioterapia, e ao chegar visualizou que a mãe do paciente estava chorando e ao perguntar por qual razão, foi informado que sua vizinha de apelido Tita de Zé Idelfonso havia sido morta dentro de casa.

O denunciante então foi até a casa da vizinhas e ao chegar na residência foi atendido pelo suspeito de 52 anos, o qual ao ser indagado sobre o que estava acontecendo, falou que dois motoqueiros chegaram na casa e mataram sua avó.

Neste momento o denunciante entrou na residência e ao chegar na porta do quarto visualizou que uma senhora estava sobre a cama com muito sangue e um pedaço de pau sobre a cabeça. Além disso, segundo o denunciante, o suspeito estava com a fala desconexa, aparentado ser portador de distúrbios psicológicos.

De posse de tais informações, a polícia se deslocou até o endereço, onde depararam com algumas pessoas na estrada, e em conversa com uma testemunha, que trabalha na residência, a mesma relatou que por volta das 05:40 horas, o suspeito chegou no terreiro de sua casa e lhe falou que entraram em sua casa e mataram sua avó e retornou para casa.

Ao chegar no terreiro da casa, os policiais foram recebidos pelo suspeito que relatou que estava no
banheiro quando chegaram dois motoqueiros. Foi então que segundo a PM, ele começou a relatar uma história bastante confusa dizendo que quando saiu do banheiro, percebem que os homens haviam matado sua avó.

Diante dos relatos, os policias entraram na residência e ao chegarem na cozinha depararam com a porta do quarto semi aberta, com muito sangue no solo. Em seguida, ao visualizarem a cama, os policiais depararam com a senhora sobre a cama com a cabeça parcialmente destruída e sobre a cabeça um machado, o qual foi usado na prática do crime.

Ato contínuo, a PM acionou a perícia técnica, que tomou as providencias de praxe.

O machado foi devidamente apreendido, como também 05 receitas médicas e uma cartela de comprimidos.

Em deslocamento sentido cidade para o registro do bo/reds, a polícia parou com o denunciante para proceder a qualificação do mesmo, momento em que o suspeito chegou e confessou os crime dizendo que ele havia feito tudo, que havia matado primeiro uma cachorra e depois havia matado sua avó,  e que o demônio que havia mandado ele fazer tal ato.

Diante disso, o autor recebeu voz de prisão em flagrante, sendo conduzido à Delegacia.

Etiquetas

Artigos relacionados

Um Comentário

  1. sao dois crimes grave ele pode ser preso pela morte da cachorra se oe direitos dos animais entra no causo esta e a lei brasileira

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido! © Copyright Primeiro a Saber.
Fechar