fbpx
CidadeMeio AmbienteSaúde & Bem Estar

Câmara, escolas e UFV discutem estrategias de combate ao Aedes em Viçosa

Na manhã desta terça-feira 16, representantes da Câmara de Vereadores de Viçosa, escolas públicas e privadas de viçosa e representantes da Universidade Federal de Viçosa para discutirem e elaborarem ações de combate ao Aedes Aegypti, transmissor da Dengue, Chikungunya e Zíka em Viçosa.

Considerando o crescente número de pessoas atingidas pelas doenças Zika Vírus, Febre Chikungunya e a Dengue, todas provocadas pelo mosquito Aedes Aegypti, o Ministério da Educação e Cultura (MEC) lançou a Zika Zero. A ideia é fazer um trabalho de conscientização a partir das escolas de todo o Brasil, reunindo também as Universidades Federais e o Poder Público local.

Professores, autoridades da UFV, Câmara e Prefeitura discutiram estrategias de combate ao Aedes.
Professores, autoridades da UFV, Câmara e Prefeitura discutiram estrategias de combate ao Aedes.

A Presidente da Câmara de Vereadores de Viçosa Marilange santana e o Assessor Especial da Pró-reitoria de Extensão e Cultura da Universidade Federal de Viçosa (UFV), Professor Diogo Tourino de Sousa, apresentaram propostas aos diretores e representantes das escolas de Viçosa. De acordo com Diogo, “o objetivo é trabalhar buscando a eliminação mecânica dos criatórios, ou seja, não permitir que os mosquitos se proliferem”. Para isso, a ideia é que os estudantes recebam informações sobre o mosquito e as doenças relacionadas, e principalmente, como cada cidadão pode ajudar nesta luta. “Mais de 80% dos criatórios estão nas residências, então é necessário que cada um de nós se envolva”, salientou Diogo.

Diversos questionamentos foram feitos em relação as ações da Prefeitura junto ao Ribeirão São Bartolomeu e à capina de terrenos desocupados. Sobre os terrenos próximos as escolas, a Vereadora informou que “uma empresa terceirizada está trabalhando na capina de toda a cidade, e caberá ao Departamento de Urbanismo, Parques e Jardins apenas a manutenção. As escolas que passam por essa situação podem entrar em contato o quanto antes com o Diretor do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE), Rodrigo Bicalho, e solicitar a capina”.

Ficou decidido que na próxima sexta-feira 19, mais de 20 escolas farão caminhadas nos bairros onde estão sediadas para conscientizar toda a população dos perigos do Aedes Aegypti. Desta caminhada participarão autoridades da UFV, Prefeitura e órgãos vinculados e Câmara de Vereadores da cidade.

Ainda está previsto para o dia 04 de abril uma grande caminhada entre todas as escolas d cidade, Prefeitura, UFV e Câmara para alertarem toda a população dos perigos deste pequeno mosquito.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo