fbpx
CidadePolíciaPolíticaRegião

Delegacia Regional de Polícia Civil em Viçosa vive mais um capítulo; já a população pede mais segurança

Diferentemente de tudo que foi   dito pelas autoridades municipais e confirmado pelas autoridades estaduais de segurança e bastante questionado pela  mídia viçosense, durante todo o ano de 2015 em relação a elevação da Delegacia de Polícia Civil da cidade de Viçosa à Delegacia Regional e também a chegada de mais quatro delegados para atuarem na Polícia Civil da cidade não aconteceu.10ª-Companhia-Independente-de-Polícia-Militar

O que se sabe até o momento e que foi confirmado pelas autoridades locais e pelo Delegado de Polícia Civil da cidade de Ponte Nova, é que a partir do mês de julho deste ano todos os casos policiais que acontecerem na cidade de Viçosa e nas cidades que, fazem parte da Comarca de Viçosa entre às 18 horas e 08 horas do dia seguinte não serão mais levado para Ubá e sim para a cidade de Ponte Nova.

O argumento usado pelo Delegado de Polícia Civil da cidade de Ponte Nova em relação a mudança é que, O Conselho Estadual de Defesa Social de Minas Gerais considerou que “o fenômeno criminológico de Viçosa tem muito mais relação com os crimes ocorridos em Ponte Nova do que os ocorridos em Ubá, além da menor distância de deslocamento para Ponte Nova em relação a Ubá”.

 
Perda de Delegados 
A promessa do Estado era que a Polícia Civil de Viçosa seria elevada a Delegacia Regional de Polícia Civil, e seriam enviados mais quatro delegados para atuarem na cidade. A promessa não foi cumprida, e a Delegacia teve o número de funcionários reduzido e a perda do único perito criminal que atuava na cidade.
Já o Posto de Perícia Integrada corre o risco de ser fechado com apenas pouco mais de um ano de funcionamento. Funcionamento esse que podemos categorizar como precário, pois foi prometido três médicos e cinco peritos criminais, hoje o Posto de Perícia conta com apenas um perito e dois médicos, que não são suficientes para atender as demandas da cidade de Viçosa e dos mais de dez municípios da microrregião.
Criminalidade cada vez maior
Apenas no ano de 2015 Viçosa registrou 29 homicídios. Um número muito grande e assustador para uma cidade do interior.
Em 2016 não tem sido diferente os números de assaltos aos comércios e pedestres e motociclistas na cidade tem sido altos. O que deixa toda a população preocupada e amedrontada de ser vítima da criminalidade que tanto afeta a cidade de Viçosa.
Apenas nos cinco primeiros meses deste ano já foram registrados onze homicídios em Viçosa o principal motivo da morte são: envolvimento com a criminalidade e tráfico de drogas.
Seriam 12 homicídios, mas, não podemos colocar nos números da Polícia a morte do jovem Wesley do Carmo de 21 anos, que foi encontrado morto no dia 05 de janeiro deste ano e com parte do carbonizado na rodovia que liga as cidades de Coimbra e Ervália. Segundo a polícia o jovem foi morto na cidade de Viçosa e depois teve o corpo desovado na beira da rodovia.

 

Em apenas 5 meses Viçosa já registra 11 homicídios.
Em apenas 5 meses Viçosa já registra 11 homicídios.
 Segundo informações veiculadas no jornal Folha da Mata desta quarta-feira 25,  o comando da 10ª Cia Independente de Polícia Militar de Viçosa foi orientado a enviar à Delegacia de Ponte Nova, a partir da última quinta-feira dia 19, todos os registros de ocorrências de crimes que acontecessem fora do horário de expediente da Delegacia de Polícia de Viçosa, ou seja, os que ocorressem após às 18 horas e antes das 7 horas da manhã dos dias de semana e os que ocorrem durante os feriados e finais de semana.
Isso ainda não ocorreu por problemas burocráticos, já que a Delegacia Regional de Ponte ainda não está preparada para receber o volume adicional de serviço, como informou o delegado regional de Ponte Nova, José Marcelo de Paula Loureiro. José Marcelo pediu poucos dias para que a transferência aconteça na prática.
Ainda segundo o jornal Folha da Mata o comandante da 10 Companhia Especial de Polícia Militar de Minas Gerais sediada em Viçosa  a mudança, por enquanto, não trará modificações na estrutura do quartel de Viçosa, que continua subordinado à 4ª Região Militar de Juiz de Fora, diferentemente da Delegacia de Polícia de Viçosa, que passará a responder a Ponte Nova e, consequentemente, a Ipatinga.
O comandante da PM informou ainda que a mudança deverá trazer economia nos deslocamentos das viaturas, já que das 10 cidades que compõem a 10ª Cia Independente, seis delas se encontram mais próximas à Delegacia de Ponte Nova, entre elas, as que geram maior número de registros de ocorrência (Viçosa, Teixeiras e São Miguel do Anta). Com relação à distância, Viçosa passará a responder a Ipatinga, bem mais distante do que Juiz de Fora, delegacia a qual respondia.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo