fbpx
Cidade

Viçosa participa de lançamento de programas ambientais para a Bacia do Piranga

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Viçosa, SAAE, participou na última quinta-feira  23, da cerimônia que lançou três programas que serão implementados na bacia do Rio Piranga do qual o município de Viçosa faz parte: Programa de Controle de Atividades Geradoras de Sedimentos (P12); Expansão do Saneamento Rural (P42); e o de Recomposição de Áreas de Preservação Permanentes (APPs) e Nascente (P52).

Vice-reitor da UFV, João Galvão, na abertura do evento
Representantes da UFV e SAAE Viçosa no lançamento dos programas.

Durante a abertura, o presidente do CBH Piranga, Carlos Eduardo Silva destacou a importância do Comitê. Dos 228 municípios da Bacia do Rio Doce, 156 foram contemplados, através do Comitê e da cobrança pelo uso da água, com o Plano Municipal de Saneamento Básico (PMSB). “Vamos entregar a 62 municípios o PMSB, um mecanismo tão importante para água, esgoto. Trata-se de um investimento de mais de R$ 10 milhões”, afirmou Carlos Eduardo, presidente do CBH-Piranga, destacando um dos projetos consolidados desenvolvidos pelos comitês de bacia hidrográfica.

O diretor do SAAE Viçosa, Rodrigo Bicalho, destacou a importância do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Piranga para o município: “em momento de crise financeira, com recursos arrecadados pelas outorgas, conseguimos verbas para importantes projetos de melhoria no abastecimento”, lembrou o diretor da Autarquia que também representou o executivo municipal no evento.

Bicalho ressaltou que via Comitê o SAAE Viçosa viabilizou recursos para o projeto executivo de interligação da ETA I – Pintinho à  ETA II – Violeira,   projeto  técnico  de construção de uma 3ª estação de tratamento de água (ETA – III). “O projeto técnico é o início, sem ele não há como buscar recursos para obras”, finalizou.

CONHEÇA OS PROGRAMAS

Os programas lançados estão previstos no Plano de Aplicação Plurianual (PAP) para o exercício de 2016 à 2020 em toda a Bacia do Rio Doce. O programa de Recomposição de APPs e Nascentes (P52) tem como foco a restauração ou adensamento de matas ciliares e de topos de moro, além da caracterização e recuperação de nascentes e áreas degradadas.

O programa de Expansão do Saneamento Rural (P42) visa à implantação de sistemas de abastecimento de água e coleta e tratamento de esgoto para população rural, com aproveitamento racional e disposição adequada dos resíduos coletados. O terceiro, Programa Controle das Atividades Geradoras de Sedimentos (P12), será implementado na Bacia do Rio Piranga. Nele se prevê a elaboração de um diagnóstico específico, com mapeamento, identificação a campo, caracterização de processos erosivos e proposta de remediação de áreas degradadas geradoras de sedimentos, especialmente os relativos às estradas vicinais e caminhos de serviço das propriedades rurais.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo