fbpx
Cultura

Troca de Saberes abre atividades da 87ª Semana do Fazendeiro neste sábado

A Troca de Saberes dará início, na manhã deste sábado 16, às atividades da 87ª Semana do Fazendeiro, que vai até 23 de julho. Na tenda montada ao lado do Prédio Principal, haverá, dentre outras ações agroecológicas, as tradicionais Feira de Sementes e Mesa da Partilha. A programação da Troca começará um dia antes da abertura oficial da Semana, marcada para domingo 17, às 17h, no Espaço Acadêmico-cultural Fernando Sabino. Também no domingo, a partir das 18h, haverá shows do grupo Cheiro de Relva e de Virgílio e Banda, no gramado das Quatro Pilastras. Às 20h, o violonista e cantor Jorginho Ferraz apresentará, na Praça de Alimentação (ao lado do Espaço Multiuso), seu repertório de MPB e Pop Rock.

Este ano, o maior e mais tradicional evento de extensão da UFV terá como tema Desenvolvimento em tempos de crise: participação, cooperação e solidariedade. A exemplo das outras edições, está prevista uma ampla programação de cursos em diferentes áreas, que vão da agropecuária à produção artesanal e conservação do vestuário. Haverá ainda dia de campo, clínicas tecnológicas, exposições de produtos agropecuários, leilão e feira de artesanato. Também acontecerão a Semana da Juventude Rural, a Semana da Mulher Rural, o Circuito do Leite e do Café e a Feira Pró-genética de Gado.

A novidade desta edição será o I Torneio Leiteiro, realizado em parceria com a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater) e o Programa de Desenvolvimento da Pecuária Leiteira (PDPL). Outra novidade diz respeito aos eventos culturais. Este ano, a organização da Semana do Fazendeiro, formada por uma Comissão Permanente, optou por restringir os shows noturnos e privilegiar números musicais menores, que acontecerão na Praça de Alimentação.

Ao longo da semana ocorrerão espetáculos de dança e teatro, sessões de cinema, mostras fotográficas e de artes plásticas e oficinas de arte. Os visitantes também vão poder conferir, dentre outras atividades, a tradicional minifazenda, a Exposição Sobre Antigomobilismo de Viçosa e o projeto Carbono Zero, que tem como objetivos quantificar, neutralizar e propor medidas de redução das emissões de gases do efeito estufa geradas na organização e realização da Semana do Fazendeiro. Durante o evento, os participantes do projeto também orientarão os visitantes sobre o balanço de carbono em propriedades rurais e urbanas.

Tema

Segundo a reitora da UFV, Nilda de Fátima Ferreira Soares, a escolha do tema Desenvolvimento em tempos de crise: participação, cooperação e solidariedade se justifica pela necessidade de se encontrar alternativas que auxiliem a superar os crescentes desafios da agenda do país. E isso, em sua avaliação, se faz com a participação coletiva. Ela destaca também o papel da agricultura familiar, “responsável por uma parcela significativa da produção de alimentos consumidos no Brasil”, o que direciona a atenção para a cooperação como instrumento privilegiado de organização do trabalho e de fortalecimento das relações sociais. A intenção do evento, conforme a reitora, é também convidar os participantes a “redescobrir a solidariedade como um sentimento privilegiado de uma sociedade que se preocupa com o coletivo, a vida comum”.

O pró-reitor de Extensão e Cultura (PEC), Clóvis Andrade Neves, diz que um dos objetivos da 87ª edição da Semana do Fazendeiro é buscar soluções para a crise, a partir da cooperação e de parcerias, que, inclusive, têm sido fundamentais para a realização do evento. Ele ressalta que a redução orçamentária vivida pela UFV, a exemplo das outras universidades do país, não irá afetar as atividades principais da Semana “planejada com um custo mínimo sem abrir mão da qualidade”.

Inscrições

As inscrições para participar dos cursos terminaram pelos Correios e pela internet, mas os interessados poderão se inscrever nas atividades que ainda tiverem vagas no dia 17 de julho, das 8h às 16h, na secretaria da Semana do Fazendeiro, que funcionará no hall de entrada do Centro de Vivência.

Serão 228 cursos, ministrados por professores e técnicos da UFV e órgãos parceiros. Nesta edição, os mais procurados foram os de Produção artesanal de doce de leite, Cafés especiais e Inseminação artificial em bovinos. A expectativa é a de que duas mil pessoas participem das atividades de capacitação da Semana do Fazendeiro.

Fonte Site da UFV

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo