Zé do Pedal expõe fotos de viagem ao continente africano
4 de setembro de 2016

 

O jornalista, fotografo e ativista viçosense, José Geraldo de Souza Castro (Zé do Pedal), expõe, entre os dias 5 e 23 de setembro a mostra fotográfica África: Imagens da Alma. A exposição, com entrada franca, será realizada na Estação Cultural da Universidade Federal de Viçosa, de 8:30 às 17:30 horas, de segunda à sexta.

A exposição

senegal 2  256De acordo com o ativista a exposição foi preparada durante os 20 meses que ele passou na África, percorrendo 23 países do continente. “Tempo suficiente para entender um pouco mais deste belo Continente. Um Continente que tem tudo a ver com o Brasil: sua culinária, sua arte, sua musica, seu povo, suas tradições”, disse Zé do Pedal.

De acordo com Zé do Pedal a  mostra fotográfica busca apresentar uma África desconhecida pelos estrangeiros, que apenas visualizam guerras ou doenças em qualquer noticiário. Conhecer a África é conhecer nossa própria essência. E o que a África tem de mais bonito é seu povo, igual ao povo brasileiro: um povo sofrido mas que diuturnamente faz tudo para ser feliz.

“Minha exposição busca mostrar o lado humano da fotografia revelando aquilo que o coração sente na hora de fotografar com a emoção escondida atrás da lente no momento de capturar o lado mágico da vida”, contou.

Exibição do Filme “As Fronteiras do Mundo”

imagesof a dream18No dia 13 de setembro, às 14 horas, no auditório da Biblioteca Central, será exibido o filme “Zé do Pedal: As Fronteiras do Mundo”, dos cineastas Bruno Lima e Fabrício Menicucci, da produtora Abbas Filmes, estiveram na África do Sul acompanhando e filmando os últimos 15 dias da aventura de Zé do Pedal.

“Foram realizadas diversas entrevistas e imagens da viagem, que documentaram a forma peculiar com a qual Zé viaja o mundo, assim como a admiração e o apoio que consegue pelo caminho. Em meio às dificuldades, contratempos e o cansaço de uma viagem de mais de dois anos, o filme mostra Zé do Pedal e sua forma peculiar de viajar. Conhecer como é a obtenção de um lugar para dormir, as ajudas durante a viagem, a comida, os encontros com pessoas e as amizades que surgem pelo caminho, descobrindo lugares e culturas, revelam um pouco da personalidade e das motivações deste inusitado ativista social”. Frisou Bruno.

Quem é Zé do Pedal

Mineiro de Guaraciaba e cidadão honorário de Viçosa, o jornalista, fotógrafo, técnico em turismo, ativista social, ambientalista e ciclista, José Geraldo de Souza Castro Zé do Pedal, realiza, há 35 anos, inusitadas aventuras de cunho social ao redor do mundo. Uma história que começou em novembro de 1981, quando decidiu viajar do Brasil à Espanha, em bicicleta, para assistir a copa do mundo de futebol “Espanha ’82.

DSC_0798Daquele longínquo novembro até hoje, visitou 74 países em cinco Continentes, percorreu 145.000km a “base de pedaladas”, assistiu a três copas do mundo de futebol, passou por quatro guerras civis, enfrentou chuvas monzonicas, terremotos, sobreviveu a cinco furacões. Visitou ilhas paradisíacas e conheceu os sofrimentos de crianças e adultos em campos de refugiados da guerra do Vietnam. Uma guerra absurda, que ao final só deixou destruição e morte. Conheceu a seca, a fome e a miséria dos povos da África e do povo nordestino.

Viu sorrisos de crianças brincando as margens do “Velho Chico” e lágrimas nos olhos do barranqueiro ao ver o leito do rio quase seco. Em seu último projeto “Extremas Fronteiras, Barreiras Extremas” ­ Cruzada pela Acessibilidade – Zé do Pedal caminhou 10.700km dando 15 milhões de passos, empurrando uma cadeira de rodas, saindo de Uiramutã,(RR) fronteira norte com a Venezuela, até Chui (RS). Visitando 327 cidades de 20 estados, visando conscientizar o povo brasileiro sobre um dos principais problemas que afetam às pessoas com deficiência: as barreiras arquitetônicas.

Publicidade

NOVO ENDEREÇO NA RUA DOUTOR MILTON BANDEIRA, 34 – LOJA: 01 – CENTRO
WhatsApp (31) 9 8675-7021

Publicidade

(31) 3892-7686

Publicidade

(31) 3891-2524

Publicidade

Publicidade

Publicidade