BURACO DA PE. SERAFIM LEVARÁ MAIS 3 SEMANAS PARA SER CONSERTADO
2 de novembro de 2016

A Prefeitura de Viçosa está realizando a reconstrução da galeria subterrânea do trecho canalizado do Córrego da Conceição que corta a Rua Padre Serafim. A obra acontece desde o dia 2 de outubro, quando  um buraco de aproximadamente 5 metros de profundidade  se abriu no meio da rua e engoliu um carro.

O secretário de Governo, Luciano Piovesan Leme, que coordena as operações do Posto de Comando implantado logo após o carro cair dentro do buraco, enfatizou que “inicialmente as obras estavam previstas para serem concluídas em quinze dias, mas à medida que as ações foram sendo realizadas e a dimensão do problema foi efetivamente possível de se avaliar, este prazo foi dilatado e a previsão é de que todo trecho esteja liberado até o próximo dia 18 de novembro”.
carro-afundaPiovesan ressaltou também que o fator que mais preocupa neste momento é a ocorrência de chuvas, que podem comprometer a execução do cronograma da obra.

O secretário explicou ainda que na Rua Padre Serafim, neste trecho em frente ao Shopping da Moda, existem duas galerias pluviais que passam transversalmente à mesma, uma construída nas décadas de 60-70 e outra na década de 80, ambas para escoamento de toda água do Córrego da Conceição que desemboca no Ribeirão São Bartolomeu, além de águas pluviais carreadas nos bueiros das redes pluviais em função das chuvas, sendo que existia exatamente no local do afundamento da via um “Posto de Visita – PV” construído com manilhas de 1,00 metro de diâmetro, que permitia o acesso às galerias para manutenção e inspeções.

Foi exatamente este PV que cedeu para dentro da galeria, causando o afundamento da via, bem como o rompimento da adutora de água de 250mm. Entretanto, não é possível ainda afirmar o que ocorreu primeiro, se foi o rompimento da adutora causando o afundamento do PV na gelaria pluvial e se foi o afundamento do PV na galeria pluvial com o rompimento em seguida da adutora de água.
Também nesta rua existem redes de telefonia subterrâneas, redes de esgotos, interceptor de esgotos, redes pluviais, uma adutora de água de 250 mm e uma adutora de água de 125 mm, além das duas galerias pluviais

Providências para resolver o problema

As primeiras providências tomadas na manhã de segunda-feira 24 de outubro foi o bloqueio e desvio do trânsito que passava pelo local do buraco. O Departamento de Trânsito da Prefeitura fez alterações no trânsito implantando mão dupla na Avenida P.H. Rolfs e Travessa César Santana, nos horários de pico entre às 07hs e 08:30hs, no horário do almoço e no início da noite período em que alunos e funcionários subiam em direção a UFV o trânsito de toda a cidade ficou bastante prejudicado e os motoristas tiveram que ter muita paciência para trafegar pela cidade.

img_0760Na sequência o IPLAM por meio de seus engenheiros e arquitetos, juntamente com a Defesa Civil, fizeram uma vistoria interna e externa com emissão de laudos, em todos os imóveis no entorno do local onde ocorreu o afundamento da via, não constatando nenhum tipo de avaria ou risco nos imóveis vizinhos ao entorno do buraco.

Já a Secretaria de Obras, o SAAE, a Defesa Civil e o IPLAM, por meio de suas equipes técnicas fizeram uma inspeção “in loco” nas galerias pluviais subterrâneas que passam no trecho, onde em parte desta galeria a inspeção foi realizada pessoalmente por técnicos e funcionários e em outro trecho de menor perímetro com o uso de sonda, onde após estas vistorias pode-se detectar que no local onde ocorreu o afundamento da via, parte da galeria subterrânea estava obstruída com terra e pedaços de concreto, podendo-se assim localizar o exato ponto onde ocorreu o afundamento da via.

Em seguida foi iniciada a escavação do local, com máquinas e caminhões da Prefeitura, para ter visibilidade plena e acesso ao local do problema pela parte externa da via. Neste intervalo de tempo técnicos e funcionários do SAAE providenciaram a descarga da adutora de água de 250mm que passa no local, permitindo segurança ao pessoal envolvido na obra, sendo que cerca de 200.000 litros de água foram esvaziados da adutora e logo após a descarga da adutora iniciou-se a retirada da água descarregada no “buraco”.

Na quarta-feira 26, toda a terra do buraco foi retirada, bem como o escoramento de todas as laterais da cratera, evitando deslizamentos e queda de barrancos, permitindo segurança aos trabalhadores no local.

Falta d’água na cidade

Entretanto na quinta e sexta-feira 27, devido ao isolamento da adutora de água de 250mm de diâmetro do SAAE, algumas regiões da cidade tais como bairro de Fátima, Ramos, Clélia Bernardes, Bom Jesus, Estrelas, Sagrada Família e regiões da Rua Gomes Barbosa passaram a ter falta de água em função da pequena pressão de água existente na rede, o que obrigou o SAAE a reconstruir a adutora, desta vez de forma externa  sob a calçada lateral da Rua Padre Serafim, permitindo pressurizar novamente a rede e regularizar o abastecimento de água nas regiões que estavam sendo afetadas, sendo que estes serviços de reconstrução e religação da adutora foram concluídos na sexta-feira 28.

Máquinas estão na Pe. Serafim para o conserto do buraco. Imagem: Assessoria de imprensa da Prefeitura de Viçosa
Máquinas estão na Pe. Serafim para o conserto do buraco. Imagem: Assessoria de imprensa da Prefeitura de Viçosa

De acordo com a Prefeitura está prevista para a próxima terça-feira 08 a construção de paredes de concreto ao redor do buraco e construção de um laje no local.

Após a construção das paredes e da laje a programação da Secretaria de Obras, Secretaria de Agropecuária, SAAE e IPLAM é de que sejam iniciados os serviços de aterramento e compactação, com a previsão de uso de cerca de 160 caminhões de terra, sendo que o aterro e compactação ocorrerão de forma gradativa, atendendo ao quesito técnico de compactação visando a qualidade dos serviços, com duração de cerca de sete a dez dias.

Concomitante ao aterramento e compactação, serão reconstruídas redes de água pluvial, adutora de água de 250mm e redes de esgotos que foram danificados, sendo que finalizando a compactação, a via será novamente asfaltada e finalmente liberada para o trânsito.

publicidade

publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade