CidadeDestaque da semanaMeio Ambiente

PRIMEIRO LIRAa DE VIÇOSA REGISTRA 0,8% E PREFEITURA APROVA PLANO DE CONTINGÊNCIA DE ENFRENTAMENTO DA DENGUE

O primeiro Levantamento de Índice Rápido para Aedes aegypti (LIRAa) do ano em Viçosa revelou um valor de 0,8%, considerando um valor satisfatório e não coloca o município de Viçosa em alerta segundo o Ministério da Saúde. O índice é considerado satisfatório pelo Ministério da Saúde quando fica abaixo de 1%; alerta quando está entre 1% e 3,9% e indica risco de surto quando é igual ou superior a 4%. O mosquito transmite a dengue, a chikungunya e a zika, dentre outras doenças.

De acordo com Leonir Ramos Agente de Edemias da Secretaria de Saúde de Viçosa o LIRa foi realizado entre os dias 09 e 13 de janeiro e houve a coleta de larvas do mosquito em toda a área urbana da cidade.  Segundo Leonir foram encontrados 21 focos do mosquito dentro de caixas d’água, quintais, dentro das residências e até mesmo em bromélias.

O maior índice de focos da dengue foram encontrados nos bairros de Lourdes e Bom Jesus e de acordo José  Arimateias Silveira Marques Chefe do Departamento de Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde de Viçosa os dois bairros com maior índice de infestação já é histórico. Segundo Arimateias no bairro de Lourdes existe muitas plantas e ele afirma que por ser um bairro que concentra os moradores de maior poder aquisitivo da cidade muitas vezes esses moradores não deixam os agentes de endemias entrarem em suas casas e realizarem a vistoria.

Arimateias afirmou que todos os moradores que não permitiram a entrada dos agentes de saúde receberão uma carta informando o dia em que os agentes retornarão às suas casas para vistoria e combate ao mosquito da dengue.

Já em relação ao bairro Bom Jesus o Chefe do Departamento de Vigilância em Saúde afirma que o problema é a sujeira e o lixo que são despejados nos lotes vagos e nos quintais das casas. Ele afirma ainda que o combate ao Aedes aegypti também será intensificado no bairro.

Ouça a entrevista de José  Arimateias Silveira Marques Chefe do Departamento de Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde de Viçosa à Rádio Montanhesa Viçosa

Viçosa aprova Plano de Contingência para enfrentamento da Dengue

Com a proximidade do período caracterizado pelo aumento da incidência de casos das doenças virais transmitidos pelo mosquito Aedes aegypti, o Município de Viçosa instituiu o “Plano de Contingência Municipal para o enfrentamento da Dengue, Chikungunya e Zika”, válido para os próximos dois anos.

Assinado pelo prefeito Ângelo Chequer e pela Secretária de Saúde, Semíramis Della Lucia Gomes nesta semana, o Plano contém o diagnóstico da estrutura para controle de possíveis agravos, bem como as ações que serão executadas em caso de necessidade, de acordo com a situação epidemiológica atualizada.

Para a Secretária de Saúde, a instituição de um Plano de Contingência é importante, pois se cria uma organização das ações de controle e prevenção cujo objetivo principal é evitar a ocorrência de óbitos. “Uma das metas do Plano é promover, ainda, assistência adequada ao paciente, com acesso ao diagnóstico e manejo clínico adequado, por profissionais habilitados”, reforçou Semíramis.

Com base na população do Município, o Ministério da Saúde prevê a ocorrência de aproximadamente 15 mil notificações de casos de Dengue em 2017. É um número considerado alto pelos gestores locais, mas importante para calcular a quantidade de recursos necessários em caso de epidemia. Já se sabe que serão necessários, por exemplo, aproximadamente 50 leitos de enfermaria, 12 leitos de terapia intensiva, 30 mil exames de sangue, 9 mil frascos de soro, 18 mil frascos de paracetamol no primeiro mês de uma possível epidemia.

O Plano de Contingência estabelece ainda como meta o aprimoramento da vigilância, com notificação e investigação oportuna dos casos; o monitoramento da circulação viral, que servirá de base para tomadas de decisões; e a sistematização das atividades de mobilização e comunicação.

Etiquetas

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar