PREFEITURA DE VIÇOSA CRIA GRUPO PARA CONTER OS GASTOS PÚBLICOS MUNICIPAIS
24 de janeiro de 2017

O grupo de trabalho criado pelo prefeito Ângelo Chequer através do decreto nº 5.041/2017, cujo objetivo é contingenciar despesas fixas da administração direta municipal. Constituem a comissão o Superintendente de Gestão Pública e Governança, Luciano Piovesan Leme, o diretor-presidente do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE), Rodrigo Bicalho, os secretários de Administração, Cezar Soares Ricardo; de Finanças, Heloisa Helena; de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Ivone Pires; a controladora-geral do município, Sônia Mesquita e o procurador-geral do município, Marcelo Maranhão.

Luciano Piovesan  destacou que o objetivo do grupo é traçar uma estratégia de trabalho que reduza as despesas da prefeitura com o menor prejuízo possível na prestação de serviços ao cidadão, definindo uma série de prioridades. Ele explicou, ainda, que o grupo terá duas frentes de trabalho: uma coletiva, que será conduzida por uma comissão dentro do grupo, que discutirá medidas a serem tomadas por toda a prefeitura.

A outra frente, interna, será tocada por um grupo interno de cada secretaria municipal e responsável por elaborar propostas de contenção, contemplando análise sobre gastos com pessoal, material de consumo, contratos de serviços, investimentos e demais despesas, que deverão ser apresentadas ao grupo.

O recém nomeado secretário de Administração, Cezar Ricardo, reforçou a necessidade de ajustes e destacou que o momento é propício para essas medidas, de modo que os investimentos em obras, saúde e educação, por exemplo, sejam mantidos e, até mesmo, expandidos nesse e nos próximos anos, com uma recuperação da economia nacional. É também para os cofres dessa secretaria para onde retorna a economia proporcionada pela mudança para o Centro Administrativo e a consequente diminuição no gasto com aluguel de salas.

Já a secretária de Finanças, Heloísa Helena, lembrando que toda economia é bem-vinda, ressaltou que a folha de pagamento é a maior despesa da Prefeitura, compondo cerca de 50% do orçamento total. Por isso, de forma a aproveitar outras fontes de receitas, como o Fundo de Participação dos Municípios, o dia de pagamento dos servidores municipais deverá ser alterado para o 5º dia útil do mês.

Uma simples medida de modernização e racionalização dos telefones da prefeitura pode gerar uma economia de até 50% com as despesas telefônicas do novo Centro Administrativo, lembrou o Diretor de Tecnologia da Informação, Cristiano Lopes, que anunciou ainda que já está em andamento uma auditoria dos serviços de internet contratados pelo município.

Luciano Piovessan aproveitou para citar o caso da torre municipal, no Morro do Barbado, cujas instalações eram até então concedidas sem ônus para as redes de televisão e outras empresas interessadas. Desde o ano passado, tem sido exigida uma contrapartida das prestadoras de serviços. No caso mais recente, a instalação de uma antena de provedor de internet gerou economia ao conceder gratuitamente internet para o Centro Administrativo e, ainda, a instalação de um serviço de wi-fi grátis para os usuários do Terminal Rodoviário “Joventino Alencar”.

publicidade

publicidade

publicidade