VEREADORA TRANS DE VIÇOSA LEMBRA DA MORTE DE DANDARA DURANTE PRONUNCIAMENTO DO DIA DA MULHER
9 de março de 2017

No dia 8 de março é celebrado o Dia Internacional da Mulher. Muito mais que uma data a ser lembrada, é um momento de reforçar a luta das mulheres pela vida, pela equidade e pelo fim da violência. Durante a reunião Ordinária desta terça-feira 07 na Câmara de Vereadores de Viçosa, a Professora Nelmires Ferreira ocupou a Tribuna para falar sobre a data e divulgar a Frente Feminista pela Democracia. A Vereadora Brenda Santunioni (PP) fez um pronunciamento homenageando as mulheres e destacando também o combate a violência contra as mulheres.

Ao ocupar a Tribuna, a professora Nelmires apresentou a Frente Feminista pela Democracia, que tem como objetivo “discutir e construir uma agenda de lutas em defesa dos direitos das mulheres”. Estamos debatendo como prioridade a reforma da previdência e o reflexo disso na vida da mulher brasileira”. Nelmires aproveitou o momento para divulgar os eventos da Frente e convidou a todos à participarem dos encontros. “Parabenizo a Vereadora Brenda e a todas as mulheres de Viçosa, Minas Gerais e do nosso país”.

Em seu pronunciamento, a Vereadora Brenda homenageou a todas as mulheres e salientou a riqueza da diversidade entre elas. “Estou aqui pelas mulheres que apanham de seus maridos, pelas mulheres que são obrigadas a ficar caladas, pelas mulheres que morrem aos poucos por não poderem ser elas mesmas”.

A Vereadora, que foi a primeira mulher trans eleita na Zona da Mata, leu o artigo “Quem vela por Dandara?”, de autoria de Fernando Perlatto, e apresentou um vídeo que foi amplamente divulgado (pela mídia Nacional) em que a travesti Dandara dos Santos é espancada, e morre. “É um vídeo triste que nos faz pensar e continuar lutando para que essa realidade acabe”.

O Vice-presidente da Câmara, Vereador Helder Evangelista (Cherinho) (PHS), enquanto Presidente em exercício, exibiu a homenagem da Casa Legislativa às mulheres. “Parabenizo as mulheres por essa importante data e também aos órgãos que atuam em defesa das mulheres”.

Artigo Quem vela pelas Dandaras?

Dizem que o vídeo é forte. Não quis assistir. Me dá asco, ódio, nojo, assistir um vídeo como este. Me dá asco, ódio, nojo pensar que eu vivo em uma sociedade na qual é possível que uma travesti seja agredida a madeirada nas ruas, carregada em um carrinho de mão e depois assassinada, e que este acontecimento, tão perverso em tudo o que ele contém e naquilo que nos diz da sociedade em que vivemos, não vire manchete dos grandes jornais, não cause indignação, choro, raiva, revolta.

Quem vela por Dandara? Quem vela pelas Dandaras? Continue lendo aqui.

https://www.youtube.com/watch?v=izmfZWqImIQ

publicidade

publicidade

publicidade