fbpx
Diversidade

PRODUTOS VIÇOSA SE POSICIONA SOBRE APREENSÃO DE DROGAS EM LATAS DE DOCE DE LEITE VIÇOSA

Nota de Esclarecimento:

“O Laticínio Escola – Produtos Viçosa vem a público expressar seu repúdio aos recentes fatos noticiados nas mídias associando a embalagem de seu doce de leite em apreensão de drogas ocorrida em São Paulo.

Reiteramos que as práticas do Laticínio Escola – Produtos Viçosa respeitam os valores éticos e as questões legais e que toda sua filosofia de trabalho e de processo produtivo sempre seguem rigorosos critérios de qualidade, higiene e de bem-estar para os seus clientes.

De acordo com a matéria publicada nas mídias, houve apreensões de drogas utilizando lata de doce leite dos Produtos Viçosa e lata de doce em caldas de outra marca.

Na divulgação da notícia estava evidente que a lata de doce de leite Viçosa estava totalmente violada, tendo em vista que o sistema de recravação utilizado pelo Laticínio Escola é o sistema de tampa abre-fácil (tampa de metal). Por outro lado, as embalagens apreendidas apresentavam selo de alumínio que não é utilizado no processo industrial.

Repudiamos a prática criminosa mencionada e reforçamos que o Laticínio Escola, por meio de sua equipe capacitada, trabalha diuturnamente para manter a credibilidade e a seriedade de todos os seus processos produtivos, bem como para manter a segurança e o bem-estar de seus clientes”.

Aristides Fialho Dias – Gerente do Laticínio Escola – Produtos Viçosa – Viçosa, 21 de novembro de 2018.

O caso aconteceu nesta quarta-feira, onde Polícia e a Receita Federal do Aeroporto Internacional de Guarulhos localizaram e prenderam passageiros que tentavam embarcar com 10 kg de cocaína escondida em lugares, no mínimo, inusitados.

A Receita encontrou cerca de 4 kg de cocaína em latas de doce de leite Viçosa. O passageiro era um sul-africano de 57 anos que tentava embarcar para Moçambique.

Na manhã desta quarta-feira (20), uma outra passageira foi parada com 5 kg da droga em latas de doce em calda. A mulher, uma brasileira de 27 anos, estava com voo marcado para Brazzaville, na República do Congo.

Os suspeitos foram presos e, segundo a Polícia Federal, serão encaminhados ao presídio estadual, onde estarão à disposição da Justiça.

Destacamos que apesar da droga ter sido apreendida dentro das latas do Doce de Leite, a empresa não possui nenhuma relação com o crime.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo