Cultura

CENTRO EXPERIMENTAL DE ARTES HOMENAGEIA 100 ANOS DE NELSON MANDELA

A mostra artística do Centro Experimental de Artes (CEA) de 2018 levou para o palco a história do líder sul-africano Nelson Mandela, que em 2018 completaria 100 anos. Mais de 400 crianças e adolescentes das 17 modalidades de oficinas oferecidas pelo CEA participaram do espetáculo no último sábado (8) e domingo (9), no espaço acadêmico-cultural Fernando Sabino.

Coreografias, figurinos, trilha sonora, artes visuais e cada elemento do espetáculo foi pensado para contar e emocionar o público com a história de Nelson Mandela, desde seu nascimento até a data em que veio a se tornar presidente, sempre ressaltando seu exemplo de luta contra a segregação racial. Para Thomas Medeiros, chefe do Departamento de Cultura da Prefeitura, coordenador do CEA e diretor artístico do espetáculo, a chance de trazer à tona discussões sobre questões raciais no ano do centenário de Nelson Mandela não poderia ser desperdiçada.

“A nossa população, no Brasil, é 60% de originários de povos africanos e é muito importante pra gente falar isso com nossos alunos, trazer essa questão à tona para os pais. Nesse sentido, o exemplo de Nelson Mandela, do amor que ele tinha, o sorriso que ele tinha, a gentileza, tudo isso desconstruiu o ódio que hoje em dia está tão presente nas redes sociais. Mandela dignifica isso, o amor ao próximo, muito importante para nós como arte-educadores e para nossos alunos artistas”, ressaltou Thomas.

Durante performances e apresentações dos alunos das oficinas de danças urbanas, jazz, ballet clássico, violão popular, violão clássico, viola caipira, rap, contação de história, teatro, canto coral e teoria musical, projeções com resultados dos trabalhos realizados pelos aluns das oficinas de artes plásticas, desenho artístico e audiovisual faziam o plano de fundo do espetáculo.

Janete Joventina, moradora do bairro Sagrado Coração de Jesus, compareceu aos dois dias da mostra e disse estar encantada com o espetáculo. Sua filha Ágata, de 10 anos, participa da oficina de ballet clássico desde o início do ano. “Só não coloquei ela antes porque não tinha vaga. Ela adora e eu também amo o que minha filha faz”, comentou, ressaltando ainda sua admiração pelos professores das oficinas.

REMATRÍCULA

As crianças e adolescentes que participaram das oficinas neste ano podem continuar nas turmas no ano que vem. O período de rematrícula vai até dia 21 de dezembro e deve ser feito no Centro Experimental de Artes, que estará recebendo os pais ou responsáveis das 7h às 14h. O CEA fica na Rua Gomes Barbosa, nº 900, em frente ao quartel da Polícia Militar.

Após o período de rematrícula o CEA preencherá as vagas remanescentes convocando os que aguardam na lista de espera e, caso sobre vagas, divulgará a abertura de novas matrículas em fevereiro de 2019. As aulas retornam junto com o período letivo da Rede Municipal de Educação, logo após o Carnaval.

Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (31) 3891-6674.

Etiquetas

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar