fbpx
Saúde & Bem Estar

CONSULTA AO DOUTOR – O QUE VOCÊ SABE SOBRE O HIPERTIROIDISMO?

É o aumento na produção ou na atuação dos hormônios tireoidianos (HT).

Normalmente, esse aumento é causado pela Doença de Graves, mas neoplasias, infeções, inflamações da glândula e medicamentos podem atuar aumentando a produção hormonal.

Na Doença de Graves, de caráter autoimune, anticorpos anormais estimulam a glândula tireoide a produzir uma quantidade excessiva de HT. No caso de gestantes, esses anticorpos podem cruzar a placenta e estimular a tireoide no feto e causar hipertireoidismo congênito.

Como os HT atuam no metabolismo, os sintomas do hipertireoidismo é a aceleração de algumas funções metabólicas.

Por isso em crianças e adolescentes ocorre emagrecimento, hiperatividade, sudorese, aumento da temperatura, insônia, cansaço, tremores, aumento da frequência cardíaca e da pressão arterial e até atraso no desenvolvimento.

Em recém nascidos e bebês, os sintomas incluem irritabilidade, problemas de alimentação, hipertensão arterial, frequência cardíaca acelerada, olhos saltados, bócio congênito e anomalias do crânio. Outros sintomas incluem vômitos e diarreia.

O diagnóstico é feito a partir da suspeita clínica com ajuda de exames laboratoriais (dosagem de TSH e T4livre principalmente) e exames de imagem (normalmente ultrassonografia).

O tratamento inclui medicamentos antitireoidianos (mais usados) como Metimazol, para diminuir a produção dos HT, betabloqueadores no caso do aumento da frequência cardíaca e da pressão arterial e iodo radioativo (só para crianças acima de 10 anos) ou cirurgia para retirada de nódulos em alguns casos não responsivos aos medicamentos antitireoidianos. No caso de tireoidite aguda, pôde-se tratar também com antibióticos.

Ainda restam dúvidas? Nos procure!

Por Isabela Ferreira de Castro.

Endocrinologista Pediátrica

Instituto Gestate – Rua Padre Anchieta n° 66, 4° andar, Ramos.

Telefone: 31 3899-5210..

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo