CidadeObrasUFV

REUNIÃO É REALIZADA PARA ESCLARECER A NÃO INCLUSÃO DA UFV NO PLANO DIRETOR

O Vereador Sávio José (PT), que atualmente coordena os trabalhos do Plano Diretor na Casa Legislativa, a Vereadora Brenda Santunioni (Progressistas) e os Vereadores Geraldo Luís Andrade (Geraldão) (PTB), Idelmino Ronivon (Professor Idelmino) (PCdoB), Joaquim Tristão (PTC), e Raimundo Guimarães (PSDB) estiveram reunidos na tarde desta terça-feira (07) com a Diretora do Instituto de Planejamento do Município de Viçosa (IPLAM) Gerusa Coelho e o Reitor eleito da Universidade Federal de Viçosa (UFV), a tomar posse no dia 26 de maio, Demétrius da Silva, para esclarecerem a não inclusão do perímetro da UFV no Plano Diretor.

O encontro foi solicitado por intermédio da Representação nº 010/2019, de autoria dos vereadores Arlindo Antônio Carneiro (Montanha) (PSDB), Carlitos Alves (Meio Kilo) (PSDB), Helder Evangelista (Cherinho) (PTC), Raimundo Guimarães (PSDB) e Sergio Aloíso (Sérgio Construtor) (PSDC) enviada ao Executivo reivindicando a Comissão do Plano Diretor de Viçosa esclarecimento minucioso dos motivos da não inclusão do perímetro do campus da Universidade na minuta do Projeto encaminhado à Câmara.

Segundo o documento, foram realizadas diversas obras pela UFV não submetidas aos órgãos municipais de planejamento urbano e ambiental, ignorando os dispositivos das leis de zoneamento e urbanização do Município.

O envio da Representação pelos vereadores foi um desdobramento de outras duas discussões do Plano Diretor. A primeira, que aconteceu em abril, contou com a participação de representantes da Casa do Empresário, quando foi apresentado questionamento sobre um possível tratamento diferenciado do Plano para questões semelhantes de acordo com a classe social dos interessados, como no caso da UFV, que tem autonomia para realizar seus projetos, ao passo que muitos cidadãos comuns e de menor poder aquisitivo encontram dificuldades com os órgãos municipais para a realização de obras. Ainda em abril, o tema foi debatido na Tribuna Livre e o Professor da Universidade, Ítalo Stephan frisou que os projetos da UFV não precisam ser aprovados pelo IPLAM ou quaisquer órgãos municipais de planejamento urbano e ambiental, pois a Universidade já conta com o Plano de Desenvolvimento Físico e Ambiental (PDFA).

Durante a reunião, os representantes dos órgãos UFV e IPLAM afirmaram que a Universidade consta, sim, no Plano Diretor, mas o órgão não está submetido as mesmas regras do Município já que, segundo a Constituição Federal, as universidades tem autonomia para sua própria gestão. O futuro Reitor aproveitou a oportunidade para ressaltar o interesse da UFV em colaborar com o desenvolvimento do Município “com certeza nós queremos ajudar nesse processo. No entanto, para que possamos nos desenvolver, precisamos ter constante diálogo”, disse.

Com relação a preocupação do Professor Ítalo Stephan e da Diretora do IPLAM, Gerusa Coelho sobre o documento que apresenta acusações relacionadas as atividades da entidade, Demétrius afastou qualquer possibilidade de ilicitude “jamais vou ser complacente com nenhum tipo de irregularidade. Vou sempre procurar sanar as dúvidas de vocês para colaborar”, completou.

Fonte: CMV.

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido! © Copyright Primeiro a Saber.
Fechar