CampoCidadaniaCidadeEstradasObras

CONDIÇÕES DAS ESTRADAS RURAIS, REDE DE ESGOTO E ILUMINAÇÃO SÃO DISCUTIDAS NA CÂMARA

A situação das comunidades rurais do Município foi o principal assunto na reunião Ordinária da terça-feira (11). Na Tribuna Livre, Aparecida Teixeira, Maria do Carmo de Souza e Maria Aparecida Máximo representando Zig Zag e Buieié, reivindicaram melhorias nos locais, sendo endossadas pelos vereadores Helder Evangelista (Cherinho) (PTC), Paulo Sérgio da Silva (Toti) (PRTB), Sávio José (PT), Vice-Presidente da Casa Legislativa e Sérgio Aloíso (Sérgio Construtor) (PSDC). A sessão ainda contou com a presença do Secretário Municipal de Agropecuária e Desenvolvimento Rural, Marcus Roberto Fialho.

A cidadã Aparecida Teixeira demonstrou indignação com as condições das vias da comunidade do Zig Zag citando a dificuldade de locomoção enfrentada pelos moradores “as estradas estão muito ruins, é feita a manutenção mas pouco tempo depois precisamos de novos reparos. Quando chove fica impossível passar por lá, queremos mais atenção com nossa comunidade”, disse. Maria Aparecida Máximo cumprimentou a colega pela fala, solicitando posteriormente a poda do mato na beira das estradas e reforma na rede de esgoto que vêm causando transtornos à população, principalmente em períodos chuvosos “nossa rede é antiga, está toda quebrada e entupida, creio que precisamos de uma nova rede porque sempre pedimos ao SAAE e não somos atendidos”, lamentou. Maria ainda fez um apelo ao Prefeito Municipal, Ângelo Chequer (PSDB) para que interceda pelo local “sabemos das dificuldades do Município mas temos nossos direitos, nossa iluminação está muito ruim, colocando nossas vidas em risco, gostaria que ele olhasse com mais atenção”, concluiu.

Já a representante do Buieié, Maria do Carmo de Souza, falou sobre a iluminação pública na comunidade, que de acordo com a cidadã possui contrato assinado desde janeiro de 2018, com término das obras previsto para junho do mesmo ano e que até agora o projeto não foi executado “reconheço o esforço do Prefeito mas precisamos saber quando teremos nossa iluminação, fizemos todas as adequações necessárias e até agora não obtivemos resposta”, afirmou. Maria do Carmo ressaltou a necessidade de planejamento nas localidades para evitar que episódios como esse se repitam “as zonas rurais estão crescendo de forma acelerada e isso tem que ser planejado, agora, para que mais ninguém seja prejudicado como estamos sendo”, frisou.

O Vereador Helder Evangelista parabenizou as falas, esclarecendo que em contato com a Secretaria de Agropecuária e Desenvolvimento Rural foi informado que dentro de 15 dias será feita a capina no Zig Zag, enquanto com relação a iluminação no Buieié o parlamentar atribuiu os atrasos a burocracia da Companhia Energética de Minas Gerais (CEMIG). Helder ainda apresentou o patrolamento e cascalhamento na comunidade de Santa Tereza que será concluído nos próximos dias, indicando que as obras na estrada das Coelhas foram solicitadas com urgência para atender aos moradores. Já o Vereador Paulo Sérgio Toti cumprimentou as cidadãs demonstrando espanto com a situação dos locais “já fizemos as cobranças, várias indicações, as máquinas estavam nas proximidades e até agora nada foi feito. Temos a obrigação de atender ao direito de ir e vir dos moradores”, afirmou.

Para o Vereador Sávio o esquecimento das autoridades com as comunidades rurais que se veem desamparadas, até sem assistência médica em alguns lugares é lamentável “estive em algumas localidades, observei as dificuldades. Na semana passada, falamos da questão da saúde e espero que medidas sejam tomadas pois os moradores estão sim abertos ao diálogo”, afirmou. Para o Vereador Sérgio a maioria da população da zona rural quer apenas boas estradas para trafegar, citando a demora do Executivo para atender às solicitações da Casa e da população viçosense “infelizmente o Executivo só faz as obras quando não tem mais jeito, e nós como vereadores não podemos executar as obras, apenas indicar as necessidades”, disse. Sérgio também mostrou as comunidades do Córrego São João e Santiago, e do Bairro Vau-Açu que carecem de melhorias em suas vias “precisamos de um serviço de qualidade para que as obras sejam feitas apenas uma vez para não jogar nosso dinheiro fora”, frisou.

O Presidente da Casa, Vereador Antônio Elias Cardoso (PTB) destacou a importância da presença do Secretário na reunião, “o Marcus vir aqui hoje nos ajuda muito em nossa proposta de diálogo, de aproximar o Poder Público e a população. Ficamos muito felizes com a presença de representantes das comunidades rurais, principalmente no dia de hoje”, afirmou. O Secretário Marcus Fialho justificou a dificuldade na execução das obras pela falta de recursos que o Município vêm enfrentantdo, afirmando no entanto que existe um planejamento da Secretaria para atender todas às comunidades.

Fonte: Câmara Municipal de Viçosa.

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido! © Copyright Primeiro a Saber.
Fechar