fbpx
CidadeSaúde & Bem Estar

PREFEITURA ESCLARECE QUESTIONAMENTOS DE DEMORA NO ATENDIMENTO DA SAÚDE EM VIÇOSA

A Secretaria de Saúde divulgou, nesta quinta-feira (25), o primeiro balanço de agendamento e abstenções dos procedimentos agendados pelo Departamento de Regulação. A marcação de consultas, exames e pequenos procedimentos são feitos a partir de um primeiro atendimento nas unidades básicas de saúde (UBS) dos bairros ou na Policlínica e depois, os pacientes são encaminhados para o Consórcio Intermunicipal de Saúde da Microrregião de Viçosa (CISMIV), para Unidade de Atendimento Especializado em Saúde (UAES) ou laboratórios.

De janeiro a junho de 2019 foram registrados 1223 faltas dos 9203 procedimentos marcados pelo CISMIV, isso representa 13,29% de abstenção. As faltas em consultas, exames e pequenos procedimentos na UAES chegam à 14,70% no mesmo período, representando 363 marcações. De acordo com o secretário-executivo do CISMIV, Antônio José, a falta atrapalha o andamento da fila e atrasa atendimentos. “Com as faltas temos o fluxo de atendimento interrompido o que demora na marcação de novos exames”. explicou Antônio.

Para desmarcar as consultas, exames e procedimentos, os pacientes devem entrar em contato com a UBS da primeiro atendimento (veja no link os telefones) ou ligar para o Departamento de Regulação, telefone 3899-5130.

Após diversos questionamentos sobre a demora no atendimento da saúde em Viçosa, entramos em contato com a Prefeitura Municipal de Viçosa, que informou que a Secretaria de Saúde faz o controle dos atendimentos e marcações e faz o possível para atender a todos os pacientes de forma ágil.

Eles destacam que é preciso deixar claro que os critérios de atendimento, a partir da avaliação médica, seguem uma ordem e tem procedimentos diferenciados e que os exames ou pequenos procedimentos que são considerados eletivos, aqueles que podem esperar, entram em uma lista de espera conforme a gravidade da situação. Já os serviços de urgência são atendidos pelos hospitais, em diversas clínicas, conforme a necessidade de internação ou não.

Além disso, a assessoria da Prefeitura Municipal destaca que atualmente, já existe a comunicação entre o setor de marcação e o paciente, por meio de ligação,  para a confirmação da consulta, exame ou procedimento e o contato é feito a partir do número que o paciente passa na hora de realizar seu cadastro na unidade básica de saúde.

A assessoria ainda destacou que a secretaria de saúde planeja implementar um sistema que se em 72 horas antes da consulta ou exame,  o paciente não realizar a retirada de sua guia, ele terá o procedimento cancelado e o próximo paciente na fila terá seu procedimento marcado. Isso permitirá, segundo eles, que a fila e o fluxo dos atendimentos ocorram com maior rapidez.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo