fbpx
EducaçãoTecnologiaUFV

NOVO PROGRAMA DO MEC BUSCA PARCERIAS DE UNIVERSIDADES COM ORGANIZAÇÕES SOCIAIS

No dia 17 de julho, o Ministério da Educação (MEC), lançou o programa Future-se, que pretende uma maior autonomia das universidades e institutos federais em parceiras com organizações sociais. Dividido em três fundamentos complementares: Gestão, Governança e Empreendedorismo; Pesquisa e Inovação e Internacionalização, busca oferecer às instituições públicas autonomia para captar recursos para ampliação de desenvolvimento, por meio destes fundamentos. Entretanto, é visto com certo receio pela comunidade universitária.

O MEC, está realizando uma consulta pública sobre o programa. Sugestões serão aceitas até o dia 15 de agosto. Ainda, de acordo com o Ministério da Educação, a intenção não é privatizar as instituições. Essa adesão ao programa deve acontecer de forma voluntária.

Ao Jornal Folha da Mata, o reitor da UFV, Demetrius David da Silva, informou que durante o lançamento do programa, no qual estava presente junto com demais dirigentes de outras instituições foram surpreendidos com o material do Projeto de Lei para instituir o “Programa Institutos e Universidades Empreendedoras-Future-se” e que a decisão quanto a adesão será feita pelo Conselho Universitário (Consul) e também contará com manifestações da comunidade universitária sobre a questão. Completou dizendo que, a administração se empenhará para que a discussão nos três campi sobre a proposta do MEC, seja serena e racional.

A Seção dos Docentes da UFV (ASPUV), se posicionou contra ao programa, uma vez que segundo o sindicato, o projeto foi construído de maneira autoritária e retira a responsabilidade do Estado com a educação dos brasileiros.
“A implantação do projeto coloca as instituições na lógica do mercado, por ser de caráter privatista que fere ‘a autonomia, o compromisso com o desenvolvimento social e o caráter crítico das instituições.”, salientou.

Fonte: Folha da Mata.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo