fbpx
Destaque da semanaEducaçãoSaúde & Bem EstarUFV

VACINA PRODUZIDA NA UFV É PATENTEADA NA RÚSSIA

Uma vacina produzida por pesquisadores da Universidade Federal de Viçosa para imunizar suínos contra o circo vírus suíno 2 (PCV2) acaba de ser patenteada na Rússia.  Estima-se que a produção de carne de porco naquele país será de 3,3 milhões de toneladas em 2019.

O vírus ataca granjas em todo o mundo, causando definhamento dos leitões e prejuízos aos produtores. A vacina é fruto do trabalho das equipes coordenadas pelos professores Márcia Rogéria de Almeida Lamêgo, atualmente aposentada do Departamento de Bioquímica e Biologia Molecular (DBB/LIMA/BIOAGRO) e Abelardo Silva Júnior, do Departamento de Veterinária (DVT). Para chegar ao produto, os pesquisadores isolaram e sequenciaram o DNA de um genótipo viral considerado o mais patogênico e amplamente distribuído nas granjas brasileiras e em outros países.

A vacina desenvolvida pela UFV já foi patenteado na Colômbia, Estados Unidos e no México e há processos para patenteamento no Uruguai, Argentina, China e Comunidade Europeia. A UFV divide com a Fapemig a titularidade da patente.

Para registrar patentes internacionais, a Universidade disponibiliza aos pesquisadores o apoio da Comissão Permanente de Propriedade Intelectual (CPPI). Até agora, a UFV já registrou 233 depósitos de pedidos de patente no Brasil e 38 já foram concedidas.  No exterior, já foram depositados 23 pedidos e oito já foram concedidas.

Fonte: Léa Medeiros – Divulgação Institucional UFV.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo