fbpx
CidadeCultura

Desfile marca os 25 anos do Centro Experimental de Artes

“Para que um projeto artístico dê certo, deve-se ter paciência, organização e profissionais competentes envolvidos”. (Marcelo Andrade – idealizador do Centro Experimental de Artes).

Em continuidade às comemorações alusivas aos 25 anos de sua criação, o Centro Experimental de Artes (CEA) da Prefeitura de Viçosa irá comparecer com cerca de 450 alunos no desfile em comemoração aos 148 anos de emancipação político-administrativa de Viçosa, na manhã da próxima segunda-feira, 30, nas imediações da Estação Cultural da Praça Maestro Hervê Cordovil.

Idealizado pelo produtor cultural Marcelo Soares de Andrade, em 1993, O Centro Experimental de Artes solidificou-se a partir de 1994, com oficinas artísticas de teatro, artes plásticas, música, dança, capoeira, contação de História, escola de circo, desenho artístico, banda de música e viola, que estimulavam o aprendizado, a inclusão e a formação humanística, para integrar, através da cultura, as crianças de escolas públicas e, assim, resgatar a cultura da cidade através de oficinas.  O sucesso da iniciativa foi tanto que foi usada como modelo para implantação de projetos similares em inúmeras cidades de Minas Gerais e da Bahia.

Atualmente, o CEA de Viçosa, frequentado por cerca de 500 crianças e adolescentes, oferece oficinas de Violão Clássico, Violão Popular, Canto Coral, Produções Musicais Urbanas, Desenho Artístico, Artes Plásticas, Artes Visuais, Teatro, Teatro d Bonecos, Teatro Infantil, Ballet Clássico, Jazz e Danças Urbanas.

Falando do trabalho, o atual chefe do Departamento de Cultura da Secretaria Municipal de Cultura, Patrimônio Histórico e Esportes, Thomas Medeiros(Bull Dog), lembrou que, além de diversas apresentações dos participantes no Espaço Fernando Sabino, da Universidade Federal de Viçosa, os alunos também marcaram presença em outros palcos do País, como ViJazz & BluesFestival, Concha Acústica na Praia de Jacaraípe (ES), Palácio da Liberdade (BH), Auditório da Cidade Administrativa (BH), Bloco Perifonia no Carnaval de Viçosa, e Festival Internacional de Hip Rop – FIH2 (Curitiba). No cenário internacional, o Grupo Impacto, formado por ex-alunos e atuais professores de dança, já marcaram presença pela Bélgica, Holanda e Portugal.

Bull Dog lembra, ainda, que, ao longo da existência do Centro Experimental de Artes, importantes parcerias marcaram época e continuam somando na realização dos trabalhos, como o Núcleo de Arte e Dança, TIM Telefonia e Divisão de Assuntos Culturais da Pró-Reitoria de Extensão e Cultura (DAC/PEC).

O Chefe do Departamento de Cultura também falou do apoio e da sensibilidade do Prefeito Ângelo Chequer ao trabalho realizado, uma vez que a atenção á criança e ao adolescente é uma das prioridades da atual administração.

Além do desfile do Dia da Cidade, a comemoração dos 25 anos terá continuidade com um ato comemorativo na mostra artística na Praça Silviano Brandão, no próximo mês de novembro.

Francisco de Castro (Jeremias)

Assessor de Eventos Turístico-Culturais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo