RegiãoSaúde & Bem Estar

Em um mês, Visconde do Rio Branco registra mais de 30 casos prováveis de dengue

Pelo menos, 31 moradores de Visconde do Rio Branco são considerados casos prováveis de dengue, registrados entre a primeira semana de dezembro de 2019 até a primeira semana de janeiro de 2020.

A informação foi divulgada no Boletim Epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) nesta terça-feira (14). Segundo o boletim, em 2020, 677 casos prováveis foram registrados até o momento no estado e um óbito está em investigação.

A incidência da doença no município é considerada baixa.

Na Zona da Mata, dos 23 municípios que notificaram prováveis casos de dengue, apenas a cidade de Tocantins está com incidência alta da doença: no período relacionado pela SES-MG, foram registrados 71 casos.

A estratificação dos valores utilizados pela SES-MG contribui para avaliação, planejamento e orientação das medidas de controle vetorial e ações de vigilância em saúde.

  • incidência baixa: menos de 100 casos prováveis por 100.000 habitantes;
  • incidência média: 100 a 299 casos prováveis por 100.000 habitantes;
  • incidência alta: de 300 a 499 casos prováveis por 100.000 habitantes;
  • incidência muito alta: mais de 500 casos prováveis por 100.000 habitantes.

Segundo o boletim do Estado, a taxa de incidência estima risco de ocorrência da dengue em uma determinada população em intervalo de tempo também determinado e a população exposta ao risco de adquirir a doença.

Com 31 casos prováveis da doença, Visconde do Rio Branco foi a segunda cidade que mais registrou casos no intervalo de quatro semanas, ficando atrás apenas de Tocantis, com 71.

Febre chikungunya

Em 2020, foram registrados pela SES-MG oito casos suspeitos de chikungunya em Minas Gerais. De acordo com o Boletim Epidemiológico, o único caso na Zona da Mata foi em Recreio.

A suspeita foi notificada na primeira semana de janeiro. Já em relação a Zika, não há casos registrados na região até o momento.

Fonte: G1.

Etiquetas

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar