fbpx
Cidade

Corrida eleitoral: os pré-candidatos a prefeito de Viçosa até agora

Em meio a pandemia do novo coronavírus, as eleições municipais deste ano seguem com a data prevista para o dia 4 de outubro. Com isso, por mais que em segundo plano, a corrida eleitoral segue acontecendo e cada partido político continua “mexendo seus pauzinhos”.

Viçosa tem atualmente 15 partidos políticos, e desses 15, entre coligações e alianças, sairão os pré-candidatos a prefeito da cidade. No entanto, nem todos os partidos lançarão candidatos próprios, já que buscarão alianças e formação de novas chapas para ter mais força e apoio popular. O Jornal de Viçosa apurou que no momento é certo que pelo menos quatro chapas lançarão seus pré-candidatos. Além das chapas, outros partidos também lançarão seus candidatos individuais ou buscarão alianças para se fortalecerem.

Chapas pré-definidas

A chapa do atual prefeito Ângelo Chequer, composta por quatro partidos e encabeçada pelo PSDB (Partido do Ângelo), ainda não tem um pré-candidato definido. No momento, o nome da ex-vice prefeita e ex-vereadora Lúcia Duque Reis é o mais cotado. No entanto, mudanças podem ocorrer daqui em diante, já que outros partidos também buscam alianças com a chapa que atualmente se encontra no poder. A atual diretora do Colégio Anglo foi procurada pela reportagem, mas até o fechamento dessa edição não se pronunciou.

O PT (Partido dos Trabalhadores) e o PCdoB (Partido Comunista do Brasil), partidos de esquerda, com certeza também lançarão ao menos um pré-candidato. Pelo lado do PT, o vereador Sávio José é o escolhido, enquanto o vereador e professor Idelmino Ronivon é o nome do PCdoB; mas, ainda não é descartada a possibilidade de uma aliança entre ambos os partidos. Além disso, Antônio Elias, presidente da Câmara Municipal, poderá ser pré-candidato pelo partido Podemos e também não descarta uma aliança com o professor Idelmino.

Em contato com a reportagem, Sávio afirmou que como maior partido de esquerda do país, é um papel natural que o PT mobilize outros partidos, movimentos sociais, sindicatos e organizações da sociedade civil. O pré-candidato também ressaltou o peso da organização e de uma candidatura, mas não excluiu outras possibilidades.

“Se, a partir de debates com as forças progressistas da cidade for ventilada outras possibilidades além da nossa, vamos conversar de forma muito fraterna.”

– completou.

Outro partido que com certeza lançará um pré-candidato é o PSD (Partido Social Democrático). Nesse caso, o ex-prefeito Raimundo ‘da Violeira’ e Luiz José de Arruda Alves (Tilu) são as escolhas para as eleições. De acordo com informações não oficiais, o mais cotado para a candidatura seria Raimundo. No entanto, caso seja impossibilitado de ter sua candidatura lançada, assim como nos anos anteriores por ter tido seu mandato caçado em 2010, o pré-candidato do partido será o Tilu. De acordo com ele, por ser do mesmo partido que Raimundo, é impossível que os dois lancem a candidatura ao mesmo tempo, mas um cenário em que um seja vice do outro não está descartado.

Por outro lado, o PMN (Partido da Mobilização Nacional), que pretende lançar Sérgio Aloiso da Silva (Sérgio Construtor), também busca aliança com Raimundo. Em contato com a reportagem, Sérgio disse que sua aliança com o ex-prefeito vem de longa data, e que até o momento a ideia é de entrar como vice de Raimundo; mas que “apenas o tempo dirá o que vai acontecer“.

Por fim, a ultima chapa que também terá um pré-candidato lançado é formada por PSC (Partido Social Cristão) e Patriota. Neste caso, a vereadora Brenda Santunioni (Patriotas) será a cabeça da chapa e candidata à prefeita nas eleições. Além disso, a chapa espera conseguir pelo menos mais uma aliança para depois disso definir o vice. Caso nenhum outro partido queira se aliar, o nome do atual vice-presidente do PSC e vereador, Wallace Calderano, é o mais provável para assumir o posto de vice.

Brenda confirmou que, além do vereador Wallace, ela também conta com o apoio dos deputados estaduais Noraldino Junior (PSC) e Osvaldo Lopes (PSD), e do deputado federal Fred Costa (Patriota). Além disso, afirmou que, por já ter trabalhado na prefeitura, tem certa experiência com o poder executivo.

“Já trabalhei na prefeitura e tenho certa experiência no sistema executivo. Sou mulher, moradora de periferia e desenvolvi um trabalho bem reconhecido na Câmara. Conheço a zona rural da cidade e minhas diversas bandeiras me dão suporte para colocar meu nome a disposição do partido.”

– Brenda Santunione

Outros partidos

Enquanto isso, os demais partidos seguem buscando aliados para a eleição. O PSL (Partido Social Liberal) irá lançar como candidato o vereador Carlitos Alves (Meio Kilo) e ainda procura uma aliança com a chapa do atual prefeito da cidade. Vale lembrar ainda que até o último dia 3 de abril ele era Secretario de Obras da prefeitura, mas saiu para lançar sua candidatura junto ao PSL, caso o prefeito Ângelo decida por lançar outro nome de sua chapa para se candidatar. Carlitos também foi procurado pela reportagem mas até o momento do fechamento dessa edição não se pronunciou.

Para finalizar, Fernando Sant’Anna, ex-prefeito da cidade entre os anos de 1997 e 2000, deve ser o candidato do PTB (Partido Trabalhista Brasileiro), mas segue até o momento sem alianças e sem vice definido. Por sua vez, o Republicanos deverá lançar Omar Moura, ex-Juiz eleitoral e ex-diretor do foro na cidade. Seu vice ainda segue indefinido e será decidido apenas em junho, em uma convenção de seu partido.

Em contato com a nossa reportagem, Omar, confirmou ser pré-candidato pelo Republicanos e disse que a ideia principal é buscar ser útil ao município, é engrandecê-lo cada vez mais.

“Não concorro com outro pensamento que não seja o de servir essa cidade”

– Omar

Omar Moura foi responsável por diversos projetos em Viçosa. Como por exemplo a instalação da Vara Criminal, do Juizado Cível e Criminal na cidade, e a construção do Fórum municipal com capacidade para sete juízes. Além disso, teve participação direta na construção e ampliação do novo presídio.

Por: Guilherme de Carvalho Alves, estudante de Jornalismo da UFV – Jornal de Viçosa.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo