fbpx
RegiãoSaúde & Bem Estar

“Não desejo para ninguém o que estamos passando”, diz filha de taxista morto por Covid-19 em Muriaé

A Covid-19 fez mais uma vítima em Muriaé. O taxista Carolino Mendes Silva de 75 anos faleceu na manhã deste sábado (23) na Casa de Saúde Santa Lúcia. (Clique no áudio abaixo da foto e ouça a entrevista na íntegra). 

Nesta segunda-feira (25) sua filha Roberta Mendes concedeu uma entrevista exclusiva à Rádio Muriaé e falou como foi o avanço da doença e os últimos dias de seu pai.

Segundo Roberta, Carolino apresentou os primeiros sintomas como tosse e muitos espirros, ainda no mês de abril. Ele foi diagnosticado no Hospital São Paulo e recebeu alta. Com o agravo da doença, seus familiares voltaram com Carolino à Casa de Saúde com febre alta, vômito e muita tosse.

Sua esposa de 64 anos também contraiu a doença e os dois ficaram internados no mesmo quarto. Na última quinta-feira, Carolino teve seu quadro agravado e foi transferido para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI), onde usou o aparelho respirador e precisou ser entubado, porém, não resistiu.

Além da esposa que teve alta, sua filha também foi diagnosticada com o novo coronavírus. As duas seguem em isolamento domiciliar, sem apresentar sintomas graves.

Carolino foi enterrado no sábado no cemitério do distrito de Itamurí às 13h30. A funerária seguiu todos os protocolos exigidos e apenas uma pessoa da família acompanhou o sepultamento.

A doença é real. Esse vírus é maligno e altamente contagiante. Usem máscaras. A gente não deseja para ninguém o que aconteceu com a nossa família”. Afirmou Roberta.

Carolino foi a sexta vítima fatal da Covid-19 em Muriaé. De acordo com o último boletim epidemiológico realizado pela Secretaria Municipal de Saúde, 113 pessoas foram confirmadas com a doença.

Fonte : Rádio Muriaé

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo