fbpx
Saúde & Bem Estar

‘De forma alguma significa que acabou a epidemia’, diz secretário de Saúde de MG sobre chegada ao platô

De acordo com Carlos Eduardo Amaral, mesmo com a tendência de queda no número de casos confirmados, atenção deve ser mantida.

“Estamos passando por um momento de mudança. Talvez agora vamos ter um platô com tendência a queda. De forma alguma significa que acabou a epidemia”, disse o secretário de Saúde de Minas Gerais, Carlos Eduardo Amaral, em entrevista coletiva nesta terça-feira (21).

De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde (SES), é provável que estejamos passando pelo platô da pandemia de coronavírus, que significa certa estabilidade em um patamar alto. O número de casos novos, confirmados diariamente, tende a permanecer estável.

“No total do estado, que tem várias regiões, há uma tendência à estabilização. Essa estabilização marca o que chamamos de platô, de ficar com um mesmo número por um tempo. Não me parece que seja precoce pensarmos que, em breve, teremos uma queda”, afirmou Amaral.

Segundo o último boletim epidemiológico da SES, divulgado nesta manhã, Minas Gerais tem 95.566 casos confirmados de Covid-19, sendo que 2.071 pessoas morreram. Foram mais de 1,4 mil novos casos registrados em 24h.

“Mesmo baixando, mesmo tendo menos casos que vínhamos tendo, mesmo diminuindo a procura por internação hospital, ainda temos um contingente muito grande de pessoas que não tiveram a doença. Os cuidados vão ter que ser mantidos, mesmo depois da sinalização da queda, para que não tenhamos outras ondas”, completou o secretário.

Fonte: G1.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo