fbpx
Minas GeraisSaúde & Bem Estar

Governo promete diminuir de 10 para 3 dias o atraso na divulgação de morte por coronavírus em MG

De acordo com secretário de Saúde, Carlos Eduardo Amaral, situação será aperfeiçoada com uso do Sivep-Gripe.

O governo de Minas Gerais prometeu diminuir de 10 para 3 dias o atraso na confirmação de mortes por coronavírus pelo estado. A informação foi dada pelo secretário de Estado de Saúde, Carlos Eduardo Amaral, em coletiva de imprensa nesta segunda-feira (3).

De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde (SES), a pasta vai alterar a forma de registro das notificações durante esta semana, e os municípios adotarão o Sistema de Informação de Vigilância Epidemiológica da Gripe (Sivep-Gripe).

“Vamos ganhar um tempo na notificação. Hoje temos um atraso em média de 10 dias. Com o uso do Sivep-Gripe, teremos um atraso de no máximo 3 dias. Amanhã deve aparecer um crescimento de 100 óbitos, confirmando a diminuição de prazo de 10 dias para 3 dias”, disse Amaral.

Em maio, o tempo médio de atraso era de quase uma semana, como mostrou um levantamento do G1. Um idoso de 86 anos que morreu no dia 21 de março, por exemplo, só entrou no boletim epidemiológico da SES 68 dias depois. Já no dia 2 de abril, um paciente de 56 anos morreu na cidade de Governador Valadares, no Vale do Rio Doce, só teve a morte confirmada pelo estado 42 dias depois.

Amaral já havia explicado, em outras entrevistas coletivas, os passos usados até então para a confirmação de um óbito por coronavírus em MG. De acordo com o secretário, o médico registrava o óbito suspeito no hospital que, quando confirmado pela Secretaria Municipal de Saúde, era repassado à SES. O dado, então, passava pelo tratamento do governo estadual para verificar os exames necessários e se havia duplicidade de casos.

Ainda nesta segunda-feira, Amaral informou que a taxa de transmissão do coronavírus no estado está oscilando em torno de 1,05 nos últimos dias. Já a taxa de isolamento social em Minas Gerais está em 46,7%.

Fonte: G1.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo