fbpx
Saúde & Bem Estar

Secretaria de Saúde expande serviço de saúde mental no município

CAPS voltado para público infanto-juvenil começa a funcionar

A Secretaria de Saúde de Viçosa inaugurou o Centro de Atenção Psicossocial Infantil (CAPSi). O local está apto para atender crianças e adolescentes menores de 18 anos, encaminhados pela rede de saúde, pela Assistência Social e também por demanda espontânea. Segundo a coordenadora da unidade, Viviane Moura, o objetivo do CAPSi é preencher uma lacuna existente no município: “a demanda por esse serviço já existia e aumentou muito durante a pandemia. O acompanhamento mais focado em crianças e adolescentes irá contribuir para que se tornem adultos cientes de seus diagnósticos e com tratamento adequado”, explica.
A unidade já está em funcionamento e conta com uma equipe formada por 3 pediatras, 2 psicólogos, 1 psiquiatra, 1 psicopedagogo, 2 nutricionistas, 1 enfermeira e 1 assistente social. O atendimento será para crianças e adolescentes menores de 18 anos. O paciente que chegar ao CAPSi passará por uma triagem de avaliação do caso. Se for confirmada a necessidade de tratamento, a equipe fará o atendimento amplo.
O Secretário de Saúde, Marcus Schitini, explica que o CAPS atende às normas do Ministério da Saúde. “Percebemos o aumento da demanda por um serviço como esse. As UBSs tem recebido muitas famílias com crianças e jovens precisando de suporte e tratamento psicológico e o CAPSi vem para reforçar a rede de atenção”, reforça.
O CAPS infantojuvenil fica na Rua Dona Carlota, nº 80, no bairro Santo Antônio. O telefone para contato é o 3892-5218.
Evolução da rede de atenção à saúde mental
Com a nova modalidade, voltada para o público infantojuvenil, Viçosa amplia a rede de saúde mental. Além do CAPS II, que atende pacientes adultos, em 2014 foram criados 10 leitos dedicados à pacientes internados por problemas de saúde mental no Hospital São João Batista. Em 2019, a PMV iniciou o funcionamento do CAPS AD, voltado para usuários de álcool e drogas. Ainda falta a aprovação da Secretaria Estadual de Saúde para a criação de 4 novos leitos pediátricos de saúde mental no Hospital São Sebastião.
Municípios de São Miguel do Anta, Pedra do Anta e Porto Firme, pertencentes à microrregião de Viçosa, também possuem estrutura de CAPS e garantem o tratamento regional de pacientes.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo