fbpx
Saúde & Bem EstarUFV

UFV completa 10 mil testes diagnósticos de Covid-19

Nesta quarta-feira (12), os seis laboratórios da UFV credenciados pela Fundação Ezequiel Dias (Funed) completaram 10.241 testes de Covid-19 realizados. A marca é muito significativa para os pesquisadores responsáveis pela testagem, para a Administração e para os 128 municípios beneficiados pelo trabalho realizado pela Universidade.

A disponibilização dos laboratórios especializados em vírus de plantas ou animais em Viçosa e Rio Paranaíba para realização de testes RT-PCR, capazes de identificar o coronavírus (SARS-Cov-2), foi uma iniciativa espontânea da UFV logo que a pandemia chegou ao Brasil. Desde então, os pesquisadores e a Administração Superior trabalharam para credenciar os laboratórios junto a Funed. “Desde o início da pandemia, temos feito um esforço imenso para proteger a comunidade universitária e as regiões onde estão nossos campi. Estes 10 mil testes, financiados com recursos próprios da UFV, possibilitaram aos gestores de diversos municípios mais tempo e tranquilidade para o gerenciamento da crise”, afirmou o reitor Demetrius David da Silva.

A testagem realizada pela UFV atende a uma população aproximada de dois milhões de pessoas em municípios das Superintendências Regionais de Saúde de Manhuaçu, Ponte Nova e Patos de Minas (incluindo cidades do noroeste) e da Gerência Regional de Saúde de Ubá. ”O resultado é notável pela situação satisfatória que esses municípios se encontram em relação a maioria das cidades brasileiras. Viçosa, por exemplo, tem um índice de testagem oito vezes maior que a média do Estado e é uma das poucas cidades brasileiras com mais de 50 mil habitantes que não registrou nenhum óbito pela Covid-19. Esses números evidenciam, entre tantas coisas, a importância da pesquisa científica e tecnológica e da universidade pública para a sociedade”, comentou o reitor.

O assessor de Saúde da Pró-Reitoria de Assuntos Comunitários, Bruno David Henriques, explica que os testes agilizam o diagnóstico da doença permitindo que pacientes e seus contatos sejam rapidamente isolados para evitar a propagação do vírus nas comunidades beneficiadas pela testagem. “O diagnóstico seguro do teste RT-PCR também orienta melhor o trabalho dos profissionais de saúde no tratamento de pacientes” afirma.

A professora Poliane Zerbini, responsável por um dos laboratórios de testagem, foi uma das primeiras incentivadoras da iniciativa de colocar a estrutura da UFV à disposição da sociedade. “A marca destes 10 mil testes, que era nossa meta inicial, nos dá a sensação de estarmos contribuindo de alguma forma para minimizar os danos desta pandemia”, disse ela.  Poliane faz questão de ressaltar que, além de funcionários dos laboratórios, grande parte do trabalho tem sido realizado por estudantes da iniciação científica, mestrado, doutorado e pós-doutorandos, todos bolsistas de pesquisa “Eles são de uma dedicação incrível e dividem o tempo que têm entre as testagens e as pesquisas que realizam. É uma satisfação para todos nós que temos nos dedicado a esse trabalho”, afirmou.

Mais informações sobre os testes diagnósticos da Covid-19 podem ser conferidas no podcast abaixo, produzido pela Diretoria de Comunicação Institucional (DCI).

Divulgação Institucional

Fonte: UFV.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo