fbpx
UFV

Estudo clínico da UFV resulta na elaboração de materiais educativos para diabéticos

Uma pesquisa da Universidade Federal de Viçosa (UFV) resultou na elaboração materiais educativos sobre saúde, destinados a pessoas com diabetes.

Segundo a universidade, o objetivo da cartilha é estimular o desenvolvimento de habilidades de autocuidado nos pacientes, além de servir como apoio para profissionais da saúde de Viçosa e região.

Ensaio clínico

 

O trabalho é de pesquisadores do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde da UFV (PPGCS), após a realização de um ensaio clínico controlado com 51 pacientes.

Segundo a UFV, a ideia surgiu a partir do trabalho da enfermeira Flávia Gonçalves Duarte, no Centro Estadual de Atenção Especializada de Viçosa (CEAE), onde são trabalhadas atividades educativas voltadas para o auto-cuidado para pessoas diabéticas.

Flávia explicou que, após notar a melhora na qualidade de vida dos pacientes que realizavam esse auto-cuidado, resolveu analisar o efeito das ações educativas realizadas por profissionais habilitados, tanto para o conhecimento quanto na melhora do controle metabólico.

O trabalho, voltado para a compreensão do tema e sua aplicação na área, separou os 51 participantes, aleatoriamente, em dois grupos: 17 pacientes foram para o grupo “Intervenção”, enquanto 34 entraram no grupo “Controle”.

Os resultados do ensaio apontaram que as ações educativas foram capazes de elevar o grau de conhecimento sobre a doença e reduzir significativamente os níveis glicêmicos dos pacientes do grupo “Intervenção”, em relação ao grupo “Controle”.

Com os dados obtidos, os pesquisadores do PPGCS elaboraram os dois materiais educativos, que serão disponibilizados para os serviços de saúde de Viçosa e região. Além disso, um artigo científico sobre o ensaio está em fase de publicação.

A professora Luciana Moreira Lima, orientadora do estudo, apontou que os resultados atingidos pela pesquisa são de elevada qualidade para evidências científicas na área de saúde, além “extremamente difíceis de serem realizados no Brasil, por causa da falta de adesão dos pacientes”.

A pesquisa também contou com o auxílio dos professores Lucas Vilas Boas Magalhães e Cristiane Junqueira de Carvalho, ambos do Departamento de Medicina e Enfermagem da UFV.

O material

 

O estudo clínico dos pesquisadores resultou em dois materiais educativos, sendo o primeiro um protocolo de educação em saúde, intitulado “Protocolo de Educação em Saúde para Diabéticos: subsídios para atividades educativas”.

O material tem informações sobre as atividades realizados no ensaio e é destinado a profissionais de saúde que tenham interesse na temática e queiram utilizar a educação em saúde como ferramenta para alcance das metas de tratamento.

Já o segundo material trata-se de uma cartilha, destinada aos pacientes diabéticos. Intitulada “Diabetes: como a educação em saúde pode te ajudar?”, o equipamento busca sensibilizar a população quanto a importância das atividades educativas em unidades de saúde como forma de entendimento da doença e de seus cuidados necessários.

Segundo a UFV, os resultados do trabalho serão apresentados para os gestores municipais de Viçosa e região, e os materiais de apoio serão disponibilizados para capacitação de profissionais de saúde e implantação do protocolo de educação em grupo.

Fonte: g1.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo