fbpx
Cidade

IPC-Viçosa indica que inflação perdeu força no município em agosto

boletim do Índice de Preços ao Consumidor de Viçosa (IPC-Viçosa) registrou elevação de 0,33% no mês de agosto e a considerou significativamente inferior à registrada em julho – igual a 1,27%. De acordo com o documento, divulgado pelo Departamento de Economia (DEE) da UFV, os resultados indicam que a inflação perdeu força no município.

Dos sete grupos que compõem o IPC-Viçosa, três apresentaram variações positivas e quatro, negativas: Alimentação (1,96%); Transporte e Comunicação (0,44%); Artigos de Residência (0,41%); Vestuário (-5,14); Saúde e Cuidados Pessoais (-0,06%); Habitação (-0,05%); Educação e Despesas Pessoais (-0,02%). Já custo da cesta básica aumentou 2,36%: nove dos 13 produtos considerados apresentaram elevação de preço, com destaque para o tomate (52,31%), o óleo de soja (9,78%) e a batata inglesa (6,17%). O valor da cesta básica foi de R$ 362,01 – R$ 8,33 mais cara em comparação com o valor em julho.

A evolução dos preços dos bens e serviços pagos pelos consumidores viçosenses é acompanhada pelo DEE desde 1985. Os boletins e as séries históricas do IPC-Viçosa estão disponíveis no site www.dee.ufv.br.

Divulgação Institucional

ARQUIVO(S) ANEXO(S)

Fonte: UFV.

Artigos relacionados

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo