fbpx
Cultura

Encontros “Corpo – Conhecimento” continuam esta semana em Viçosa

A série de diálogos promovida pelo Núcleo de Arte e Dança em parceria com a Secretaria
Municipal de Educação, Núcleo de Estudos e Práticas Artístico Corporais – NEPARC – UFV,
Êxtase Cia de Dança e Grupo Impacto chega ao seu terceiro dia nesta terça-feira e se encerrará
com uma apresentação extra no dia 24 de setembro devido ao grande número de
interessados.

Mediados pelos bailarinos e professores: Lidiane Jacinto, Cleison Lana, Camila Oliveira e
Ronaldo Mansur com coordenação das diretoras Patrícia Lima (Núcleo de Arte e Dança) e
Profa. Andrea Bergallo (NEPARC –UFV), os Encontros Corpo- Conhecimento acontecem de
maneira remota. Diretores, supervisores, coordenadores, professores e estudantes têm
gerando discussões e encaminhamentos relevantes para a arte e a educação de Viçosa e
região.

Lidiane Jacinto bailarina do Êxtase Cia de dança declara que os encontros aproximam os
pontos de vista dos participantes que desejam que os processos educativos sejam
potencializados pela arte e pela dança. “Eles entendem a importância do corpo e do
movimento no processo educativo, porém não utilizam desta ferramenta em suas aulas. Uma
das dificuldades relatadas pelos professores é sobre como trabalhar a ludicidade com os
alunos do ensino fundamental, e a partir dos diálogos construídos nesses encontros acredito
tenhamos dado um passo além nessa questão”.

Lidiane ainda destaca que o cotidiano escolar e as individualidades devem ser levados em
consideração nesse processo de inserção da arte pelos professores. “Hoje sabemos que o
maior desafio está em, primeiramente, nos percebermos como seres corporais, além de
reconhecer as diferentes realidades sociais dos nossos alunos, buscando humanizar o ensino
pedagógico”.

Para Ronaldo Mansur, bailarino do Neparc, o foco educacional deve estar sempre pautado e os
Encontros Corpo- Conhecimento tem sido uma importante oportunidade de contato que
envolve artes corporais e aprendizagem. “Os depoimentos recebidos durantes os diálogos,
vindos dos professores, coordenadores, supervisores e diretores tem sido cruciais para que
não esqueçamos da realidade do ambiente escolar. E com êxito conseguimos mostrar para
esses profissionais que estamos juntos por uma educação cada vez mais transformadora,
levando em consideração o nosso eixo de estudos corpo-espaço-aprendizagem".

O isolamento social causado pela pandemia de Covid-19 também está sendo discutido no
encontro, já que as aulas presenciais estão suspensas desde março. Ronaldo aponta que nesse
sentido o debate está em torno da relação dos alunos com o ambiente de aprendizagem. “Os
acontecimentos atuais interferem diretamente na percepção de corpo no espaço, por
exemplo, e consequentemente na sua relação do estudante com o professor. Todos esses
aspectos acarretarão mudanças nas diversas formas de aprendizagem a longo prazo, e ainda
não compreendemos a dimensão de suas consequências. Os diálogos têm sido ricos e
norteadores, nos mostrando os grandes desafios que estão por vir”.

O evento Encontro Corpo – Conhecimento é uma realização da Secretaria Especial da Cultura –
Ministério do Turismo, Núcleo de Arte e Dança e Instituto ASAS, através da Lei Federal de
Incentivo a Cultura. Com o patrocínio de Roberto Andrade, SERJUS Anoreg – CORI MG,
Amantino Supermercado, Metalsider, Haskell e apoio cultural do Jornal Folha da Mata.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo