fbpx
Polícia

MPMG divulga balanço final da Operação ‘Poder Paralelo’ realizada em Viçosa e região

Ação em conjunto com as polícias Militar e Civil apreendeu mais de R$ 110 mil em dinheiro e cheques, além de drogas, armas, veículos, celulares e documentos de organização criminosa.

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) divulgou nesta terça-feira (22) o balanço final da Operação “Poder Paralelo” deflagrada em Viçosa, Paula Cândido e Ponte Nova. A ação foi desencadeada contra uma organização criminosa que atua no tráfico de drogas e outros crimes violentos.

De acordo com o MPMG, foram cumpridos dois mandados de prisão, 24 de busca e apreensão e efetuadas quatro prisões em flagrante. A pessoa apontada como líder do grupo criminoso não foi localizada e segue foragida.

Durante a operação foram apreendidos os seguintes materiais:

  • meia barra de maconha
  • 19 porções de maconha
  • várias sementes e um pé de maconha
  • 100 gramas de cocaína
  • duas balanças de precisão
  • quatro rádios comunicadores
  • R$109 mil em dinheiro
  • R$ 2.374,81 em cheque
  • duas motos
  • um carro de luxo
  • uma pistola .40
  • cinco munições .40
  • um carregador
  • dois notebooks
  • 21 celulares
  • um caderno de anotações
  • dois pendrives
  • documentos diversos

 

A operação foi deflagrada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) em conjunto com a Polícia Militar (PM) e a Polícia Civil dos estados de Minas Gerais e do Rio de Janeiro.

Participaram da operação promotores de Justiça, 20 policiais civis e aproximadamente 130 policiais militares, com o emprego do BOPE, Rotam, Choque, cães treinados e um helicóptero que deu suporte aéreo na execução dos mandados.

O MPMG informou que o nome “Poder Paralelo” faz alusão ao grau de organização do grupo criminoso.

Fonte: G1.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo