fbpx
CidadeSaúde & Bem Estar

CTI destinado à COVID-19 no Hospital São João Batista está com atendimento interrompido

A CTI destinada ao tratamento da COVID-19 do Hospital São João Batista está com o atendimento interrompido por tempo indeterminado.

De acordo com o Diretor do hospital, Sérgio Pinheiro, houve uma interrupção no atendimento do CTI destinado a COVID-19, devido ao fato de que o Ministério da Saúde não teria renovado o contrato de credenciamento com o hospital, mas que, as providências para solucionar a questão já estavam sendo tomadas.

Sérgio evidenciou que foi feita uma reunião a fim de solucionar a questão dos custos para a reativação da unidade. Ele disse que ainda não há previsão para essa reativação, mas que pretendem fazer isso o mais breve possível.

Segundo a filha de uma paciente que está internada com a COVID-19, que preferiu não se identificar, sua mãe teve que ficar em uma ala intermediária do hospital, na iminência de ser transferida para Juiz de Fora, uma vez que o CTI está desativado.

De acordo com a assessoria da Prefeitura de Viçosa, o contrato do HSJB com o Município de Viçosa, para a implantação dos leitos exclusivos para Covid-19, termina no dia 24 de outubro. Ainda segundo a assessoria, a  renovação do contrato foi solicitada junto ao Ministério da Saúde, para garantir a dotação orçamentária que mantém os leitos, mas o pedido ainda não tem parecer final. Assim, antes do dia 24 de outubro, nenhum leito poderá ser removido. A prefeitura evidenciou que nessa quinta-feira (15), será realizada uma reunião do COES (Centro de Operações de Emergência em Saúde) para discutir a atual demanda dos leitos hospitalares, diante do avanço controlado da doença em Viçosa.

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo