fbpx
EconomiaMinas Gerais

Romeu Zema lança programa de capacitação para retomada da economia nos municípios

Até o final de 2021, Fundação João Pinheiro deverá capacitar 300 lideranças de localidades mais afetadas pela pandemia

Atrair novos investimentos, desenvolver negócios e gerar empregos por meio de políticas econômicas de sucesso. Esse é o objetivo do Programa de Liderança para a Retomada Econômica, lançado pelo governador Romeu Zema, nesta quarta-feira (4/11), em parceria com a Fundação João Pinheiro (FJP)Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sede) e Associação Mineira de Municípios (AMM).

O programa teve sua criação motivada pelo contexto de perdas econômicas ocorridas ao longo de 2020 em decorrência da pandemia da covid-19. Até 2021 serão capacitadas seis turmas, totalizando 300 lideranças de 150 cidades mineiras. A iniciativa é voltada para os prefeitos e gestores de secretarias municipais que irão iniciar seus mandatos.

Desenvolvimento

O governador Romeu Zema ressaltou que a ação vai impulsionar a geração de emprego e renda nas cidades. “A principal pauta da minha campanha e do meu governo é a criação de empregos. Temos feitos um esforço hercúleo no sentido de eliminarmos obstáculos que dificultam o empreendedor e o alinhamento com os municípios é fundamental para o desenvolvimento. Minas é um estado com muitos municípios pequenos e alguns não têm condições de ter estrutura robusta, técnicos com conhecimento específico. Agora vamos dar esse suporte e apoio”, explicou.

O secretário adjunto de Desenvolvimento Econômico, Fernando Passalio, explicou que a capacitação permitirá que as cidades tenham mais autonomia para atrair investimentos. “É comum recebermos prefeitos querendo entender como fazemos a captação de investimentos no Estado. Esse curso vai mostrar o caminho para que o município fique visível para os investidores, se torne mais atrativo. Juntaremos a vontade de fazer com a técnica que será repassada pela Fundação João Pinheiro. É nos municípios que a vida real acontece e queremos que os prefeitos se juntem a esse grande movimento de retomada econômica”, disse.

Pandemia

O presidente da Fundação João Pinheiro, Helger Marra, lembrou que a iniciativa é fundamental para reduzir os impactos econômicos provocados pela pandemia. O objetivo é capacitar prefeitos eleitos e lideranças municipais para criar políticas econômicas mais assertivas, para que se atraia mais investimentos.

“O curso foi motivado pela nossa expertise na administração pública, por esse contexto de perdas econômicas ao longo de 2020 e consequente encolhimento do PIB e da economia mineira, brasileira e mundial. Vamos selecionar os participantes com base em critérios técnicos, econômicos e sociais dos municípios, com um olhar diferenciado para aqueles mais afetados pela pandemia”, destacou.

Programa de Liderança para a Retomada Econômica

Construído pela FJP de forma conjunta com especialistas da área do desenvolvimento econômico, o programa tem as parcerias da Sede, da Agência Metropolitana e do Indi, além da AMM, presidida por Julvan Lacerda.

A capacitação irá abordar conhecimento econômico e tributário para a elaboração de políticas efetivas que ampliem os investimentos locais, criem melhores ambientes de negócio e fomentem a geração de empregos e o empreendedorismo. Paralelamente, os participantes serão estimulados a desenvolver comportamentos e utilizar técnicas de liderança para mobilizar esforços e recursos de forma assertiva para ampliar a capacidade de recuperação econômica.

O Programa de Liderança para a Retomada Econômica também irá debater formas de criação e implementação de ações para atrair investimentos; retenção e expansão de negócios; e utilização dos instrumentos de planejamento urbano para alavancar o desenvolvimento econômico local.

Seleção

A Fundação João Pinheiro vai selecionar os participantes a partir de uma avaliação de critérios técnicos, sociais e econômicos dos municípios mais afetados pela pandemia em Minas Gerais. Os prefeitos eleitos dessas cidades serão convidados para o programa e deverão manifestar, por meio da assinatura de um Termo de Compromisso, interesse e disponibilidade para participar da formação.

Curso

Com o início da primeira turma previsto para dezembro de 2020, o programa terá aulas sempre em dois finais de semana, em período integral. Até 2021 serão capacitadas seis turmas, totalizando 300 lideranças de 150 cidades. Cada turma terá 28 horas de formação para as lideranças e 8 horas de oficinas com as equipes municipais.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo