fbpx
UFV

Artigo de doutorando da UFV é destaque em revista científica internacional

Um estudo realizado nos laboratórios da Unidade de Crescimento de Plantas (UCP), do Departamento de Biologia Vegetal (DBV) da UFV, foi destaque da edição de dezembro da renomada revista científica The Plant Journal. Ele foi escolhido para o Research Highlight da edição, para ser comentado e discutido.

Research Highlight aborda o trabalho intitulado Changes in intracellular NAD status affect stomatal development in an abscisic aciddependent manner, também publicado na revistaque tem como primeiro autor Elias Feitosa Araújo, estudante de doutorado do Programa de Pós-Graduação em Fisiologia Vegetal, orientado pelo professor Adriano Nunes Nesi. O artigo traz uma descoberta feita por Elias e pesquisadores colaboradores sobre a relação entre a coenzima NAD (Nicotinamida Adenina Dinucleotídeo) e o ABA (hormônio vegetal ácido abscísico) e a influência deles na formação dos estômatos – células presentes em epidermes de vegetais, responsáveis pelas trocas gasosas entre a planta e a atmosfera. Essas células são extremamente importantes para o controle do uso eficiente da água e produção de biomassa.

Já o NAD é fundamental para o metabolismo e a homeostase redox (equilíbrio entre as formas oxidada e reduzida do NAD) em todos os seres vivos. Nos últimos anos, trabalhos têm demonstrado que esse composto também pode agir como uma molécula sinalizadora para controlar a expressão de genes e apresentar importantes funções em estresses bióticos e abióticos.

No artigo publicado no The Plant Journal, os autores verificaram que metabolismo e distribuição de NAD em compartimentos subcelulares são essenciais para a determinação do número de estômatos. Os autores identificaram ainda que o metabolismo do NAD pode influenciar – positivamente ou negativamente – a sinalização do hormônio vegetal ABA, que é crucial para respostas a estresses ambientais, incluindo seca, frio e salinização de solos.

Os autores acreditam que o entendimento da relação entre o balanço redox em organelas celulares (que desempenham importantes funções relacionadas com a sobrevivência da célula), a síntese do hormônio ABA e a determinação do número de estômatos em uma folha abrirá novas portas para pesquisas da área. Isso se dará especialmente nos estudos que relacionam metabolismo central e desenvolvimento de plantas mais tolerantes a estresses ambientais, como seca, salinização e ataque de patógenos, em que há a participação de estômatos e do hormônio ABA.

Elias, que concluiu graduação e mestrado também na UFV, fez a maior parte dos experimentos e análises do estudo durante o doutorado no DBV. Nesse período, com auxílio de uma bolsa do programa Capes/Print-UFV, o pesquisador passou um ano na Universidade de Münster (Alemanha), sob a supervisão do professor Markus Schwarzländer. Ali obteve resultados importantes para a conclusão de sua tese e a finalização do artigo. Atualmente, faz pós-doutorado na Alemanha, no Institute of Plant Biology and Biotechonology, e segue em parceria com o professor Adriano.

O artigo e o research highlight podem ser acessados em:

Fonte: UFV.

Artigos relacionados

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo