fbpx
Polícia

Cinco homens rendem funcionários e fregueses e assaltam boate no Novo Silvestre em Viçosa

Na madrugada dessa quinta-feira (08), por volta das 03h20, cinco homens renderam funcionários e fregueses e assaltaram uma boate na Av. Oraida Mendes de Castro, no Novo Silvestre em Viçosa.

Os policiais compareceram ao local, onde segundo informações das vitimas, os autores saíram do mato ao lado da boate já com arma em punho dominando fregueses que se encontravam na portaria levando-os para o interior da boate enquadrando também outros fregueses, funcionárias e os proprietários que se encontravam no interior da boate, ameaçavam a todo momento sendo ordenado as vitimas que ficassem de cabeça baixa próximo ao bar, ordenando que entregassem telefones celulares, cordões, pulseiras, relógios e dinheiro.

As vítimas informaram que no total seriam 5 autores, sendo que um estaria de posse de um revolver aparentando ser calibre 32 ou 38; outro de posse de uma espingarda de cano longo não sabendo especificar o calibre; outro com uma arma aparentemente uma metralhadora feita artesanalmente e que os autores se dividiram onde um subiu para o segundo andar abordando quem localizasse e trazia para o andar de baixo, um ficou do lado de fora da boate, um tomando conta das vitimas e os outros autores foram com o proprietário até um outro cômodo atrás de mais dinheiro.

Após o assalto, os autores saíram no veículo Celta de cor preta, placa do município de São Miguel do Anta, tomando rumo ignorado.

As vitimas relataram ainda que um dos autores seria alto, negro, trajava uma calça camuflada, que teria no máximo entre 20 a 25 anos, portando o revolver; – outro seria negro, baixo e estaria portando a arma artesanal tipo sub metralhadora; – outro negro, trajava calça jeans surrada, tênis não sabendo informar a cor e este estaria de posse da espingarda.

As vítimas não souberam repassar característica dos outros.

Além disso, as vítimas contaram que momentos antes do fato 3 indivíduos, estiveram no local como fregueses, porém, fizeram várias perguntas sobre o local, como por exemplo, “que horas que a boate fechava” e a todo momento alguns deles mexiam no telefone celular como se enviasse mensagem para alguém e se deslocavam até do lado de fora da boate observando o ambiente.

No local possui câmeras de segurança que gravaram a ação dos autores.

Viaturas continuam em rastreamento com o intuito de localizar, identificar os autores e o veículo utilizado para a fuga. 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo