fbpx
Minas GeraisSegurança

Futuro secretário de Segurança de MG defende que presos devem trabalhar para pagar próprias despesas

Rogério Greco tomará posse na próxima segunda-feira e baseia ideias no sistema prisional da Espanha.

Em entrevista exclusiva à Rádio Itatiaia na tarde da última terça-feira (26), o futuro secretário de Segurança de Minas Gerais, Rogério Greco, defendeu que os presos devem trabalhar para pagar as despesas que dão ao Estado. Na entrevista, ele afirmou que é necessário integrar as inteligências das polícias e defendeu que presos devem trabalhar para pagar as despesas que dão ao Estado.

De acordo com o futuro secretário, não faz sentido deixar um contingente carcerário enorme, da maneira como está, sendo que outras pessoas tem muita coisa para fazer e um monte de estrada para asfaltar.

“Qual o sentido de deixar um contingente carcerário enorme desses e a gente tendo um monte de estrada para asfaltar, um monte de coisa para fazer? Por que não mete uma tornozeleira num camarada desse e bota todo mundo para trabalhar?”, questionou Greco.

Ele ainda explica que a tese de doutorado que ele produziu foi sobre o sistema penitenciário e que conheceu muito o da Espanha. Segundo Rogério, o índice de reincidência no país europeu é baixo por não olhar o detento de forma paternalista.

“O preso tem que pagar pelas despesas que está dando para o Estado. E como ele paga? Trabalhando. Na Espanha, o que eles fazem? Eles pegam pedaços de fábrica e colocam dentro do sistema prisional, e é isso que a gente tem que fazer. Não é chegar no sistema, estar um preso lá fazendo um barquinho com palitinho de picolé e todo mundo ‘ah, que bonitinho’. Isso é terapia, não é trabalho”, afirmou.

Sobre outras ideias, Greco afirmou que defende que as pessoas possam se armar, mas ressaltou que isso é uma opinião pessoal e que esse tipo de assunto é de responsabilidade do governo federal, e não dos estados.
Fonte: Itatiaia

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo