fbpx
Polícia

Jovens tentam assaltar policial e suspeito é baleado durante troca de tiros em Teixeiras

Na noite dessa quarta-feira (27), por volta das 23h20, na Rua Professora Maria Emilce de Carvalho em Teixeiras, os policiais foram acionados por um cabo da Polícia Militar, o qual narrou que teria sido vítima de uma emboscada na entrada da cidade de Teixeiras, acrescentando que dois autores tentaram subtrair a sua motocicleta Honda/broz, cor vermelha, placa ewg 8781.

Em contato com a vítima, esse narrou aos militares que é policial em Pedra do Anta, mas que reside na cidade de Viçosa e que ele teria cumprido sua jornada de serviço às 23:00 hs e que como de costume ele realizou o deslocamento em sua motocicleta e que ao chegar na entrada da cidade de Teixeiras, próximo a dois quebra molas, ele notou quando dois indivíduos saíram por de trás de um coqueiro, estando o de menor estatura portando um porrete e o de maior estatura uma arma de fogo (revólver), estando ambos trajando roupas escuras e “toucas ninja”; que ao notar que ele seria abordado por aquelas pessoas, o cabo desembarcou do seu veículo de forma instintiva, deixando-o cair ao solo, fugindo em direção contrária aos bandidos e que a vítima ouviu quando um deles gritou, “perdeu manézão”, tendo o autor de maior estatura (logo, o que portava o revólver), realizado diversos disparos na direção do policial militar; que ao deparar com essa situação, o policial militar sacou da arma de fogo que fica sob sua cautela, e para repelir a injusta agressão, efetuou cinco disparos em direção aos autores e que quando assim procedeu, o militar percebeu quando o autor que estava armado recuou e quando o segundo meliante, que estava tentando levantar a motocicleta do solo, para depois subtraí-la, também recuou, tendo os dois marginais empreendido fuga em direção ao bairro Progresso e que após cessar a grave ameaça, a vítima (policial militar), também cessou com os disparos, ligando em seguida para o serviço de emergência do 190.

Diante o exposto, as equipes policiais que encontravam-se na cidade Teixeiras, acionaram o serviço de perícia, comparecendo no local o perito que recolheu cinco cápsulas provavelmente de calibre .40.

Ainda no local, os militares encontraram o porrete utilizado por um dos autores para forçar a parada da vítima e três pés de chinelo, sendo esses materiais recolhidos.

Durante as diligências, as equipe policiais foram informadas que acabara de dar entrada no Hospital Municipal Santo Antônio de Teixeiras, um jovem vítima de um disparo de rama de fogo, que teria sido atingido na região do abdômen.

A vítima, policial militar, não conseguiu identificar o suspeito como sendo um dos autores, uma vez que no local do crime, os marginais faziam um uso de “toucas ninja”, para encobrir o rosto.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo