fbpx
Polícia

Mulher presa pela Polícia Civil de Viçosa por estelionato

No golpe, a suspeita realizava o pedido pelo whatsapp, enviava o comprovante de transferência do dinheiro, mas cancelava o pagamento assim que o produto era entregue, sem que o entregador percebesse

Por volta das 16 horas de ontem, segunda-feira, 1º de fevereiro, a Polícia Civil do Estado de Minas Gerais, por intermédio da 5º DRPC de Viçosa (Delegacia Regional de Polícia Civil de Viçosa), deflagrou uma operação com o objetivo de coibir práticas fraudulentas que vinham ocorrendo em Viçosa e acarretando grandes prejuízos a diversos comerciantes.

Segundo a polícia, a suspeita uma mulher de 20 anos, que acabou presa durante a operação efetuava compras por meio de variados aplicativos, remetia aos vendedores o comprovante de pagamento, utilizando-se de contas bancárias diversas, contudo o dinheiro sequer era transferido para a conta bancária das comerciantes. Ou seja, recebia os produtos e em contrapartida remetia um comprovante de pagamento “sem fundos” aos vendedores.

Em meio ao desenrolar da investigação, com seu modus operandi mapeado, a suspeita foi surpreendia e presa em flagrante por Policiais Civis, em sua residência na Rua dos Estudantes, centro de Viçosa, onde aplicava o golpe.

Os policiais recuperaram diversos produtos que foram restituídos às vítimas. A investigada foi conduzida para a Delegacia de Polícia.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo