fbpx
PolíciaRegião

Sargento da Polícia Militar atira e mata homem durante abordagem policial na zona rural de Araponga

A vítima transitava pelo local com o filho de 18 anos

Um homem de 40 anos foi alvejado por um disparo de arma de fogo efetuado por um sargento da Polícia Militar durante uma abordagem policial, na zona rural de Araponga.

Por volta das 17 horas de hoje, terça-feira, 16, policiais militares realizavam patrulhamento pelo lugarejo Serra das Cabeças, na zona rural de Araponga, quando abordaram dois homens em um automóvel VW/Gol prateado, placa Mercosul HNU-4B48, emplacado em Guaçuí (ES).

Segundo a polícia durante a abordagem o condutor do automóvel, José Cláudio de Sena, 40 ameaçou pegar uma arma de fogo que estava em sua cintura e o sargento temendo por sua integridade física e efetuou um disparo com a sua arma de fogo e acertou o abdômen de José Cláudio que caiu no chão deixando de lado a arma de fogo que portava.

Os militares socorreram a vítima e a encaminharam ao posto médico local e, em seguida foi transferido para Viçosa, mas durante o trajeto não resistiu aos ferimentos e faleceu.

O filho de 18 anos da vítima estava com ela no veículo durante a ocorrência. Aos militares ele relatou que transitavam sentido Araponga com o pai, que conduzia o veículo, quando foram parados pelos militares.

O jovem disse que ele e o pai desembarcaram do automóvel e ao receberem a ordem de que era para levantar a camisa e colocar as mãos na cabeça. O pai dele informou aos policiais que estava armado e no impulso de retirar a arma e joga-la no chão foi alvejado pelo o sargento com um tiro.

O filho da vítima disse ainda que após o disparo, os militares socorreram o pai dele e o levaram até o posto de saúde. Durante a ocorrência, o militar foi detido por homicídio e teve a arma apreendia. O veículo da vítima foi liberado a um responsável.

A reportagem do Primeiro a Saber o comandante da 10ª Cia. Ind, da Polícia Militar, tenente coronel Gledson Bruno Píramo da Silva. Ele informou que a 10ª Cia. vai emitir uma nota oficial.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo