fbpx
CidadeMinas GeraisPolíticaRegiãoSaúde & Bem Estar

Onda Roxa do Minas Consciente será implantada em Viçosa na próxima terça-feira, 9

Reunião na manhã desse sábado, 6 definiu o ingresso do município na onda mais restritiva do Minas Consciente

Viçosa deve aderir a onda roxa do Minas Consciente na próxima terça-feira, 9. O prefeito Raimundo Nonato, secretários municipais, representantes da Defesa Civil, Procon, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e a Procuradoria realizaram na manhã deste sábado, 6, uma reunião para definir a entrada do município na onda mais restritiva do programa estadual.

O secretário de saúde de Viçosa, Júlio Cotta, em vídeo divulgado pela assessória de comunicação da Prefeitura informou que mesmo com todas as medidas tomadas pela administração municipal para conter o avanço da doença no município, os números continuam aumentando e os leitos de UTI disponíveis estão diminuindo.

Informações apuradas pela reportagem do Primeiro a Saber dão conta de que hoje não há mais leitos de UTI disponíveis no Hospital São João Batista. No vídeo, o secretário informa que o município está tomando providências para instalar novos leitos no Hospital São Sebastião.

Para o secretário de saúde do município este é o momento de aumentar as ações para barrar a doença em Viçosa. Doutor Júlio disse ainda que o município de Viçosa foi incluído na onda roxa do Minas Consciente por pertencer a regional de Ponte Nova.

A Onda Roxa foi criada pelo Governador Romeu Zema (Novo) e divulgada no último dia 3. A onda roxa utiliza o protocolo mais restritivo adotado pelo governador até o momento.

As novas medidas serão oficializadas, por decreto, a ser assinado pelo prefeito Raimundo Nonato Cardoso, na próxima segunda-feira, 8 e entrará em vigor na terça-feira, 9.

Em Viçosa o protocolo previsto pela Onda Roxa será obedecido, entre as medidas estão o funcionamento de serviços essenciais, suspensão de cirurgias eletivas e toque de recolher das 20 às 5 horas.

Fica proibido ainda a circulação de pessoas sem máscaras em qualquer espaço público ou de uso coletivo, ainda que privado. Pessoas com sintomas de gripe só podem sair de casa para irem a consultas médicas. Ficam proibidos os eventos públicos ou privados e as reuniões presenciais, inclusive entre parentes que não morem na mesma casa. Os bares e restaurantes poderão ser fechados, permitindo apenas o funcionamento por delivery.

A implantação de barreiras sanitárias de vigilância e o rodízio de CPF`s também podem ser adotados a partir da próxima semana.

Em entrevista ao radialista José Antônio Valentim, no Montanhesa em Foco, de hoje, Júlio Cotta informou que:

– A Macrorregião de Viçosa foi colocada na onda roxa, pelo Minas Consciente.

– Ontem houve a reunião do COES e foi sinalizado isso também.

– O comércio não essencial não vai funcionar durante 15 dias.

– Nova dinâmica de barreiras de vigilância sanitária (orientação): calçadão, rodoviária, bairros.

– Não haverá barreira de circulação de pessoas, como antes.
Justificativa colocada: O vírus já adentrou a cidade, então a preocupação é que ele não se alastre dentro do município.

– Toque de recolher das 20h às 5h.

– Irá mobilizar todos funcionários da administração para dar conta de todas esses trabalhos, uma vez que não há quantitativo de gente.

– O decreto será publicado segunda e entrará em vigor a partir de terça.

– A Microrregião de Viçosa combinou de aderirem todos ao mesmo decreto. São 10 municípios ao todo.

– O objetivo dessas ações é evitar um colapso.

– O transporte público é considerado essencial.

– Academias e salões não serão considerados serviço essencial, diferente do que o Minas Com considera.

– Fiscalização com caráter educativo, em primeira medida.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo