fbpx
PaísPolíciaRegiãoSegurança

Operação nacional de combate à violência contra a mulher é realizada na Zona da Mata e Campo das Vertentes

Na Zona da Mata, quatro pessoas foram presas e apuradas 10 denúncias, com atendimento a 38 vítimas.

Ontem, segunda-feira (8), Dia Internacional da Mulher, a Polícia Civil realizou a Operação “Resguardo” nas regiões da Zona da Mata e Campo das Vertentes. A ação nacional, iniciada em janeiro deste ano em parceria com o Ministério da Justiça, teve o objetivo de combater crimes de violência contra a mulher.

Segundo o chefe do 4º Departamento em Juiz de Fora, delegado-geral Gustavo Adélio Lara Ferreira, no âmbito da unidade policial, que abrange as Delegacias Regionais em Juiz de Fora, Ubá, Leopoldina, Muriaé e Viçosa, até o momento, quatro pessoas foram presas, durante o período que compreende a ação. Na área, a PCMG também cumpriu cinco mandados de busca e apreensão. Além disso, foram apuradas dez denúncias, com atendimento a 38 vítimas. Também foram solicitadas e expedidas 37 medidas protetivas e realizadas 20 visitas, entre elas, aquelas consideradas tranquilizadoras, de acompanhamento preventivo, garantindo apoio às mulheres em situação de violência doméstica e familiar.  Trinta e seis inquéritos policiais foram instaurados para apurar os crimes.

Na região, a corporação também cumpriu cinco mandados de busca e apreensão. Além disso, foram apuradas dez denúncias, com atendimento a 38 vítimas.

Também foram solicitadas e expedidas 37 medidas protetivas e realizadas 20 visitas. Trinta e seis inquéritos policiais foram instaurados para apurar os crimes.

Os policiais, em Juiz de Fora, uma ação foi deflagrada nas regiões Nordeste e Central para cumprir dois mandados de prisão referentes ao descumprimento de medidas protetivas e à condenação por estupro de vulnerável.

Na ocasião, os suspeitos não foram localizados, no entanto, o trabalho investigativo segue em andamento.

Já na região Sudeste, também foi cumprido um mandado de busca e apreensão em desfavor de um indivíduo, do sexo masculino e idade não informada, suspeito de agredir e de ameaçar a esposa com arma de fogo.

No local, policiais civis da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher apreenderam um simulacro de revólver calibre 38.

Na região da 2ª Delegacia Regional em Ubá, durante a Operação Resguardo, desencadeada nesta segunda, não houve apreensões ou prisões, no entanto, foram realizadas visitas tranquilizadoras.

No âmbito da 4º Delegacia Regional em Muriaé, três prisões foram realizadas, entre elas, duas foram efetuadas durante cumprimento de mandados de prisão preventiva em desfavor de suspeitos envolvidos em crimes relacionados à Lei Maria da Penha.

Na área que compreende a 5ª Delegacia Regional em Viçosa, diligências foram realizadas com a finalidade de cumprir dois mandados de prisão.

 

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo