fbpx
Obras

Prefeitura de Viçosa não tem dinheiro para obra em trevo da nova PH Rolfs

O secretário de Administração confirmou que o recurso, separado para a obra, foi utilizado de outra maneira, ainda na gestão anterior.

Com início previsto para este ano, a obra de construção de um trevo no acesso à rodovia BR-120 pela extensão da nova PH Rolfs, na região dos Cristais, pode não acontecer. Isso porque, a Prefeitura Municipal de Viçosa não possui os recursos necessário para a realização da obra. Isso, mesmo após ter acontecido uma licitação e assinatura de contrato para tal.

De acordo com uma reportagem publicada no jornal Folha da Mata, o secretário de Administração Luan Campos (que também ocupa interinamente a superintendência de Gestão Pública e Governança), confirmou que o recurso, inicialmente separado para a realização da obra, foi utilizado de outra maneira, ainda na gestão anterior.

De acordo com a Prefeitura, quem venceu a licitação foi a Work Service Eireli, e o recurso para a obra era proveniente de uma emenda de cerca de R$ 1 milhão. Ainda segundo a PMV, a ideia inicial era aplicar R$ 400 mil em obras de asfaltamento e R$ 600 mil no trevo da nova PH Rolfs, que foi licitado pelo valor de R$ 673.835,76. No entanto, o recurso foi utilizado para outra finalidade em 2020.

Nesse sentido, a gestão atual não confirma como e onde o recurso foi utilizado. Recentemente, a empresa vencedor do certame ainda teve aprovado, recentemente, o seu pedido de aditivo para essa obra no valor de R4 61 mil, concedido pelo Raimundo Nonato (PSD).

Mas, a empresa ainda não iniciou a obra e não pretende iniciar enquanto a Prefeitura não der a garantia da disponibilidade de recursos. Para resolver o problema, segundo o secretário de Administração Luan Campos, o deputado Rodrigo de Castro, autor da emenda, está ciente do ocorrido e está auxiliando o Executivo na busca por uma alternativa, para que a obra não seja cancelada.

Vale pontuar que o atual secretário de Administração fez quentão de ressaltar que não houve qualquer irregularidade nesse processo. Ele explicou que o recurso é proveniente de uma emenda parlamentar federal e que ela não possuí um objetivo fixo.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo