fbpx
CidadeObras

Estádio de futebol de Viçosa pode não sair do papel

Por falta de recursos financeiros, a ordem de serviço para a construção do estádio de futebol de Viçosa ainda não saiu.

Mesmo com o contrato assinado pelo prefeito Raimundo Nonato (PSD), com a empresa GML Engenharia Ldta, de Belo Horizonte, a ordem de serviço para a construção do estádio de futebol de Viçosa, que seria localizado no bairro Cidade Nova, ainda não foi dada pela administração do município.

Segundo uma reportagem do Folha da Mata, não há recursos financeiros suficientes para a realização da obra. Além disso, para complicar ainda mais a situação, a empresa responsável pela construção já pediu um realinhamento do contrato, alegando alta nos preços dos materiais de construção civil. Agora, portanto, a Prefeitura de Viçosa aguarda a planilha atualizada para avaliar o pedido.

A obra tem custo inicial de R$ 1.924.804,00. Mas, desse total, apenas R$ 593.684 reais estão estão garantidos, provenientes de um convênio firmado com a Secretaria de Estado de Governo (Segov), através de uma emenda parlamentar do deputado estadual Roberto Antrade.

Com isso, o município precisaria desembolsar ainda R$ 1.410.963,00. Em contato com a reportagem do Primeiro a Saber, a Prefeitura afirmou que a construção do estádio ainda está nos planos do município, mas sem data definida. O prazo para a conclusão do estádio é de 120 dias após a liberação da ordem de serviço da Prefeitura.

Em um esclarecimento na Câmara dos Vereadores, o secretário de Governo Luan Campos afirmou que “a atual gestão começou em uma situação muito complicada, em um panorama de crise e contenção.” Além disso, ele confirmou que todas as obras contratadas pela gestão passada estão sofrendo um balanceamento devido a alguns itens que sofreram inflação expressiva.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo