fbpx
CidadeSaúde & Bem Estar

Prefeito de Viçosa, Raimundo Nonato e o secretário de Saúde, Júlio Cotta falam da pandemia no município em live nas redes sociais

O prefeito de Viçosa, Raimundo Nonato (Raimundo Violeira) e o secretário de saúde, Júlio Cotta realizaram na noite desta segunda-feira, 15, uma live no Facebook para falar da Covid-19, vacinação e também do decreto municipal.

Na live que durou pouco mais de 12 minutos, o prefeito pediu união, ajuda e colaboração da população no combate a Covid-19.

Ele também reconheceu a gravidade do atual momento que o pais e o município estão passando e criticou a briga política em torno da pandemia.

Quando recebeu a palavra, o secretário municipal de saúde, Júlio Cotta também pregou a união.

Informou que essa semana a UFV (Universidade Federal de Viçosa) deve voltar a realizar teste de Covid.

Quando aos novos leitos de UTI, o secretário informou que desde o final de janeiro que a prefeitura está em negociação com o Hospital São Sebastião para o credenciamento de novos leitos.

Segundo o secretário, o investimento em novos leitos de UTI é de aproximadamente R$ 300 mil para equipamentos e material humano como médicos, enfermeiros, fisioterapeutas etc.

“A prefeitura não conseguiu resolver antes de um momento igual a este, ou seja, a ocupação de 100% dos leitos de UTI em Ponte Nova, Manhuaçu e desde semana passada em Viçosa”. Afirmou o secretário.

Júlio Cotta prometeu para o final dessa semana a disponibilidade de novos sete leitos de UTI adulto no Hospital São Sebastião.

De acordo com o secretário, os 14 leitos clínicos do Hospital São Sebastião destinados as gestantes e pediatra, serão 4 para pediatra e os demais para clínicos, inclusive gestantes. No Hospital São João Batista continua os 10 leitos de UTI Covid e os 18 leitos clínicos.

Quanto a vacinação, o secretário informou que na próxima quarta-feira, 17, o município vai receber novas doses e na quinta-feira, 18, vai iniciar a vacinação de idosos com 79 anos e na sexta-feira, 19, os idosos com 78 anos.

O secretário terminou falando das mudanças no boletim Covid que é divulgado pela prefeitura. Júlio Cotta informou que estão fazendo “algumas reformulações” para o boletim ficar mais preciso em relação da evolução diária da doença no município.

O secretário trouxe ainda um balanço da fiscalização da prefeitura entre os dias 10 e 14 de março quando a cidade publicou um novo decreto com medidas mais restritivas.

Segundo o secretário, 154 vistorias, sendo destas 63 interdições. Foram 30 na região central e 33 na zona rural e sítios.

A live terminou com o samba “Vai passar” de Chico Buarque.

 

 

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo