fbpx
Região

Queijos trufados viram fonte de renda para moradora de Ervália

A produtora que começou o negócio em janeiro, hoje vende cerca de 200 peças por mês, a R$ 18, cada.

Os queijos trufados da Luciana dos Santos Ribeiro conquistaram os consumidores da comunidade de São João, onde ela vive e de todo o município de Ervália. A produtora que começou o negócio em janeiro, hoje vende cerca de 200 peças por mês, a R$ 18, cada.

A técnica dos queijos recheados com geleias de frutas, doce de leite e creme de avelã, ela aprendeu no curso de fabricação artesanal de produtos especiais derivados do leite. A formação oferecida pelo Sistema FAEMG/SENAR/INAES em parceria com o Sindicato dos Produtores Rurais de Ervália, em dezembro de 2020, virou a principal fonte de renda da Luciana.

“Depois do curso comprei uma vaca que produz 12 litros de leite por dia. Quero comprar outra vaca, para aumentar a produção e mostrar minha capacidade e minha qualidade para mais clientes. Sou muito agradecida ao SENAR pela oportunidade de ter me capacitado e sigo estudando e aprimorando o meu trabalho” – Luciana dos santos Ribeiro, produtora.

“A Luciana é uma aluna muito querida e dedicada. Ela fez os todos os cursos de derivados do leite, do básico ao de produtos especiais e se preparou para começar o seu próprio negócio. Isso mostra que o SENAR faz a diferença na vida das pessoas. Especialmente das mulheres que, muitas vezes, encontram nos cursos formas de se profissionalizar, melhorar a renda familiar e se tornarem mais independentes”. – Hiasmyne Silva de Medeiros, instrutora.

“Para nós é muito gratificante ver o sucesso dos alunos como a Luciana que tem se destacado na produção de queijos. Muitas pessoas elogiam o trabalho dela, e assim, também o nosso trabalho”. Mirivone Silveira, mobilizadora do Sindicado dos Produtores Rurais de Ervália.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo